Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Chui Sai On "optimista" sobre manutenção dos cheques
Quarta, 02/09/2015

O Chefe do Executivo disse hoje que os cortes nas despesas públicas, introduzidos ontem, não deverão afectar a distribuição de cheques. Sem querer fazer promessas, Chui Sai On ressalvou que enquanto houver superávit mantém-se o plano de comparticipação pecuniária.

 

“Temos de seguir a Lei Básica para encontrarmos um equilíbrio entre as despesas e as receitas. Estou optimista, se este ano continuarmos com lucros vou manter esta medida. Só que agora não posso fazer promessas em relação ao montante, porque não gostava que a população viesse depois a pensar que eu prometi e não cumpri”, afirmou o líder de Executivo, acrescentando que “a medida é muito bem-vinda pela população”, embora “muitos académicos e peritos estejam contra”.

 

Questionado sobre os vales de saúde, Chui Sai On reforçou a ideia de que o corte nas despesas é dirigido apenas aos excessos. “De modo geral, nós não vamos afectar as regalias da população nem os serviços que lhe são prestados”, assegurou, à partida para Pequim, onde participa amanhã, juntamente com uma delegação de cerca de 100 pessoas, na parada militar com a qual a China assinala o 70º Aniversário da Vitória do Povo Chinês na Guerra contra o Japão.