Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 02/09/2015

As medidas de austeridade anunciadas pelo Governo dominam os principais títulos dos jornais em língua portuguesa.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun diz, na manchete, que “o governo da RAEM vai implementar, a partir de hoje, medidas de austeridade na despesa pública”. Já o secretário dos Assuntos Sociais garante que as despesas com a educação e saúde não vão diminuir.

O Va Kio toca no mesmo tema da austeridade. “Secretário para os Assuntos Sociais, Alexis Tam garante que não vai diminuir as despesas relativas ao bem-estar da população”. Conselho do Planeamento Urbanístico vai estudar projecto em altura na Doca dos Pescadores é outro título.

 

Canal chinês da Rádio Macau

Esta manhã, a Ou Mun Tin Toi tem estado a desenvolver o tema das medidas de austeridade além de prestar especial atenção a estes primeiros dias de regresso às aulas.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

O Ponto Final diz em manchete – “Ordem para poupar” – a propósito do discurso de austeridade lançado, ontem, pelo Governo depois de conhecer o valor das receitas brutas do jogo, em Agosto, na casa dos 18 mil milhões de patacas. O jornal fala ainda da situação da poluição no território.

A este propósito, o Jornal Tribuna de Macau titula – “cortes na despesa abrangem todos os organismos públicos”. Na primeira página do jornal surge ainda chamada para uma reportagem sobre “os resistentes dos anos negros da guerra”, em vésperas da China assinalar a vitória dos aliados na II Guerra Mundial.

No Hoje Macau, as gordas são dedicadas também aos cortes na despesa – “Ajuste de contas”. “Chui investiga polémica das alturas” na Doca dos Pescadores, é outro título.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

No Business Daily, a manchete refere-se à austeridade – “RAEM anuncia medidas de austeridade” é o título maior. O jornal de economia diz ainda na primeira página que o director de operações da Galaxy Macau, Michael Mecca, se demitiu.

O Macau Post Independent repete a mesma história da restante imprensa. “Queda das receitas dos casinos faz disparar medidas de austeridade”.

O Macau Daily Times repete o tema do dia – “Governo adopta medidas de austeridade”. O diário publica, na capa, uma fotografia de uma loja de uniformes que, diz, “venda dispara com o início do novo ano lectivo”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O The Standard faz manchete com Macau. “Austeridade dispara”, diz o jornal a propósito da queda das receitas do jogo.

O South China Morning Post diz que o presidente chinês pode aproveitar a parada militar de Pequim, amanhã, para anunciar reformas nas forças militares. “EPL apoia esforços para modernizar forças armadas”.

O China Daily publica, na primeira página, uma fotografia do aperto de mão entre Xi Jinping e o antigo presidente do Kuomintang de Taiwan, Lien Chan. A manchete afirma que Xi revitaliza memória histórica no Estreito, a propósito das celebrações do aniversário do fim da II Guerra Mundial.