Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Centenas receberam subsídios para estudar em Guangdong
Segunda, 20/07/2015

Centenas de alunos do ensino secundário complementar e do ensino infantil pediram ao Governo de Macau o subsídio de propinas para frequentar estabelecimentos de ensino na província de Guangdong, no ano lectivo de 2014/2015. Este subsídio é atribuído aos residentes de Macau, ao abrigo do Acordo-Quadro de Cooperação Macau-Guangdong. 

 

De acordo com um comunicado da Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ), no ano lectivo que passou, foram recebidos mais de 420 pedidos de subsídio de alunos do ensino secundário complementar e mais de 650 do ensino infantil. O montante para os alunos de Macau do ensino secundário complementar pode atingir um valor máximo de 4 mil patacas, enquanto para os alunos do ensino infantil pode chegar às 6 mil patacas. 

 

Este subsídio foi concedido, pela primeira vez, no ano lectivo de 2012/2013 sob a forma de projecto-piloto aos alunos de Macau que frequentaram o ensino secundário complementar nas escolas regulares ou nas escolas intermédias profissionais, ambas a tempo inteiro, nas cidades de Zhuhai e Zhongshan. No ano lectivo de 2013/2014, alargou-se ao ensino infantil e no seguinte, abrangeu as escolas da cidade Jiangmen.

 

Esta manhã, a DSEJ realizou a cerimónia de lançamento e de abertura das aulas deste programa, que decorreu no auditório da Escola Luso-Chinesa Técnico-Profissional de Macau.