Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Albano Martins: Macau vai ter a maior recessão mundial
Sábado, 11/07/2015

Albano Martins defende que este ano, e a manter-se a tendência, o “PIB poderá cair entre 15 a 20 por cento, em termos reais”. No programa Rádio Macau Entrevista, o economista afirma que será um recorde: “É uma grande chapada. Vamos ficar no Guiness Boook do crescimento negativo ou da maior recessão mundial”.

 

Para Albano Martins o Executivo tinha de fazer uma escolha em termos de crescimento. “O Governo tinha de fazer claramente uma opção entre crescer a um dígito baixo – e não digo crescer nem um, nem dois, mas talvez três, quatro ou cinco por cento – ou crescer a dois dígitos – 15, 16 ou 17 por cento. Crescer a dois dígitos é bom para os casinos mas não é bom para a economia no seu todo, porque sobreaquece a economia. Penso que o Governo, provavelmente pressionado pela própria China, optou pelo crescimento mais baixo”, defende o economista, o convidado desta semana do programa Rádio Macau Entrevista.

 

Para o futuro, antevê ainda que a tendência de crescimento vai manter-se: “O Governo não vai querer crescer mais de cinco a seis por cento. Penso que neste momento essa é a razão pela qual se está a refrear o número de mão-de-obra e o aumento da percentagem de crescimento anual das mesas de jogo”.