Em destaque

21 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2742 patacas e 1.1424 dólares norte-americanos.

Mak Soi Kun quer mais recursos para educação
Quinta, 09/07/2015

O deputado Mak Soi Kun defendeu que a repartição desequilibrada dos recursos educativos afecta o crescimento saudável dos alunos do primário e do secundário. No período antes da ordem do dia, na Assembleia Legislativa, Mak Soi Kun argumentou que “grande parte das escolas tem falta terrenos para ampliação das suas instalações, e a grave carência de docentes de algumas disciplinas, especialmente de História e de Educação Cívica, facilita uma desvirtuação dos valores dos alunos, devido a interpretações incorrectas sobre a História que essa situação pode originar”.

 

“Se os jovens não têm um conhecimento completo da realidade histórica do seu País, como é que se consegue reforçar a identidade nacional junto dos alunos da primária e do secundário?” questionou o deputado.

 

O tema da educação foi ainda abordado por Chan Iek Lap, que pediu um reforço da educação patriótica. “Sugiro então aos serviços de educação que incluam as obras da literatura clássica chinesa na disciplina de educação cívica. O Governo deve ainda, no momento apropriado e sempre que a situação financeira o permitir, criar um centro de estudos nacional em Macau, para promover, de forma estruturada, a cultura chinesa, e elevar o nível de conhecimentos dos jovens, disponibilizando-lhes mais conhecimentos sobre a literatura, a História e a cultura do nosso país”, afirmou.