Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 08/07/2015

Os grandes destaques da imprensa local em língua portuguesa são as eleições para o Conselho das Comunidades Portuguesas, depois de Pereira Coutinho apresentar a lista que encabeça, e a morte de Maria Barroso.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun insiste no tema da habitação social e na questão de ser destinada apenas aos mais carenciados. Entrega a manchete à proposta da deputada Song Pek Kei de criação de um mecanismo que possibilite aos mais ricos a compra do imóvel como compensação dos proprietários que, dentro de quatro anos, tiverem de abdicar do apartamento. Uma posição que merece reparos dos democratas que consideram que a habitação é social não deve estar sujeita às regras do mercado. 

 

O Va Kio prefere destacar a falta de informação acerca dos aterros da zona A. O jornal diz que está a ser pedido ao Governo mais informação sobre o que vai ser construído naquela futura área da cidade.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

O Ou Mun Tin Toi tem, esta manhã, um entrevistado em estúdio. Trata-se de Gonçalo Cheong, da Direcção dos Serviços de Obras Públicas e Transportes, que tem estado a falar e a responder aos ouvintes sobre problemas de trânsito e mobilidade em Macau.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Ponto Final faz manchete com a apresentação da lista de Pereira Coutinho ao Conselho das Comunidades Portuguesas (CCP). Pereira Coutinho quer votação expressiva, titula o jornal. Depois a morte de Maria Barroso é outro dos grandes destaques assim como a exposição na Casa Garden de homenagem a Amílcar Cabral.

 

O Hoje Macau divide a primeira página entre a morte de Maria Barroso e a manchete sobre saúde. Plano vital é a gorda acerca da instalação, no futuro, de um centro de transplantes no Hospital das Ilhas. O jornal dá ainda atenção à lista de Coutinho à CCP.

 

Urgente dar prioridade à renovação urbana é a manchete do Jornal Tribuna de Macau numa citação da arquitecta Jovita Lo. Lei de protecção de idosos em fase de análise é outro dos temas da primeira do jornal que não esquece o óbito de Maria Barroso. Macau relembra uma grande senhora é o título.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Macau Daily Times afirma em manchete – Cimeira Mundial de Saúde traz a Macau especialistas mundiais. A página destaca ainda com grande fotografia – Realizadora casada com cinematografia, isto sem especificar mais.

 

O Business Daily realça, na manchete, o trabalho do gabinete das ilhas do Instituto de Habitação. Daí a manchete Instituto de Habitação ao largo a propósito do número das queixas e denúncias de irregularidades que tem registado nestes primeiros seis meses de funcionamento.

 

O Macau Post Daily entrega a manchete a uma citação da deputada Kwan Tsui Hang – Governo deveria manter intacto o ambiente relaxado de Sai Van.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Pequim não consegue parar a derrocada nas bolsas. É esta a manchete do South China Morning Post que, em grande plano, publica uma foto sobre as dificuldades em fiscalizar a qualidade do óleo das comidas nos restaurantes de Hong Kong.

 

No China Daily destaque para a foto de Xi Jinping e de Li Keqiang na recordação da II Guerra Mundial e da invasão japonesa. O jornal diz ainda que há cada vez mais empresas a pedir a suspensão da cotação em bolsa. E ainda Frederick Ma que vai ser o novo responsável pela companhia de transportes de Hong Kong.

 

No Standard a letras garrafais: Fiasco de suspensão, manchete relativa ao falhanço das medidas de Pequim para impedir a queda nas bolsas. São mais de 40 por cento das empresas chinesas cotadas na bolsa que pediram a suspensão.