Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Governo proíbe venda de cigarro electrónico
Terça, 30/06/2015

A proposta de alteração à legislação de prevenção e controlo do tabagismo prevê que seja proibido o uso de cigarros electrónicos em locais onde não é permitido fumar. As alterações já receberam “luz verde” do Conselho Executivo. O Governo tem ainda a intenção de proibir a venda de cigarros electrónicos em Macau.

 

O director dos Serviços de Saúde, Lei Chin Ion, argumenta que não se trata de limitar o consumo antes a venda. “Neste momento não estamos a limitar, seja para consumo próprio ou não, a importação de cigarros electrónicos. Apenas limitamos a venda. Mas não se pode também consumir o cigarro electrónico nos locais determinados. A Organização Mundial de Saúde já confirmou que o cigarro electrónico não serve para a abstenção do fumo – contém nicotina entre outros produtos maléficos. Pode fazer mal à saúde do próprio fumador e o fumo em segunda mão também afecta a saúde dos outros”, argumenta Lei Chin Ion.