Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Macau tem 650 consumidores de droga registados
Sábado, 27/06/2015

A Associação de Reabilitação dos Toxicodependentes de Macau (ARTM) tem conhecimento de “650 consumidores de droga registados”. Em relação às substâncias ilícitas, o consumo de ice continua a aumentar, enquanto a heroína é cada vez menos utilizada.

 

“Em 2013, estávamos a distribuir 60 mil seringas, por ano. Em 2014, distribuímos apenas oito mil. A comunidade que consume heroína está a envelhecer muito. São pessoas com 50 ou 60 anos. Devido ao trabalho da polícia na China, há falta de ‘dormicum’ em Macau. É sabido que, aqui, misturam ‘dormicum’ com heroína”, refere o presidente da ARTM, Augusto Nogueira, em declarações ao programa Rádio Macau Entrevista, emitido, hoje, ao meio-dia.

 

O recurso à ketamina “estabilizou”. No entanto, “as pessoas estão a consumir muito mais ice”.

 

Sobre a revisão da lei da droga, que pode incluir que as autoridades passem a poder ordenar a realização de exames ao sangue e à urina aos suspeitos de consumo, Augusto Nogueira tece críticas. De acordo com o presidente da ARTM, a medida é “contra a Lei Básica”.