Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Estudo ambiental atrasa projecto de David Chow em Cabo Verde
Quinta, 18/06/2015

David Chow deve finalizar o acordo de construção de um complexo turístico de luxo no ilhéu de Santa Maria, em Cabo Verde, no próximo mês. A informação foi avançada pela ministra do Turismo, Investimentos e Desenvolvimento Empresarial do país, Leonesa Fortes, que indicou as razões para os atrasos nas obras.

 

De acordo com a edição electrónica do jornal cabo-verdiano A Semana, a responsável cabo-verdiana explicou que os trabalhos não arrancaram porque falta conhecer o resultado de um estudo sobre o impacto ambiental do projecto. No entanto, o empresário de Macau deve chegar “no início de Julho, por altura das festividades da independência” de Cabo Verde para acertar os últimos detalhes.

 

Leonesa Fortes garante que David Chow “mantém vivo" o interesse no empreendimento. A intenção tem cerca de dez anos.

 

O empresário deve assinar um acordo de parceria que prevê um investimento de 2300 milhões de patacas. O projecto contempla um hotel de luxo, casino, um centro internacional de convenções e uma marina. A ligação entre o ilhéu e a zona da Gamboa vai ser feita através de uma ponte.

 

No início de 2014, David Chow acreditava que as obras podiam arrancar nesse ano. Em Cabo Verde, o projecto do empresário de Macau é visto com bons olhos, já que pode captar a atenção de outros investidores chineses.

 

David Chow é também cônsul honorário do país africano. Além de construir o empreendimento no ilhéu de Santa Maria, o empresário já prometeu manter a filantropia como área de interesse no arquipélago.