Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Petição da Novo Macau visa decisão sobre parcela A da Doca
Terça, 09/06/2015

A Associação Novo Macau entregou hoje uma petição na sede do Governo na qual apela ao secretário para os Assuntos Sociais e Cultura para promover uma nova discussão em torno da cota altimétrica para a parcela A da Doca dos Pescadores. A associação quer que o Executivo reconsidere a decisão de permitir edifícios com 90 metros nessa zona e ameaça ainda recorrer às Nações Unidas, caso Alexis Tam não responda positivamente à reivindicação.

 

O Executivo acedeu ao pedido da concessionária Macau Legend e aprovou essa cota altimétrica, mas a associação diz que o limite de altura deve continuar nos 60 metros, tal como acontece nas outras parcelas, de forma a que não seja tapada a vista para o Farol da Guia – um monumento classificado de Macau.

 

A parcela em questão não faz parte da zona protegida, no entanto, a associação realça que o Instituto Cultural, apesar de o seu parecer não ser vinculativo, tem “a responsabilidade” e também “o dever” de convencer a direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes, o Conselho do Planeamento Urbanístico e ainda os cidadãos de que o limite de altura 60 metros é necessário para a parcela A da Doca dos Pescadores.

 

Caso o secretário Alexis Tam não dê uma resposta positiva a esta reivindicação, a Novo Macau irá enviar uma carta para as Nações Unidas.