Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-feira)
Terça, 09/06/2015

A alteração do nível de alerta em Macau e Hong Kong, devido à Síndrome Respiratória do Médio Oriente, é um dos temas que dominam a imprensa local e regional.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun destaca o aparecimento vários cachorros mortos, no terraço do Edifício do Lago, na Taipa. O caso está a ser investigado e, até ao momento, não se sabe se os animais foram atirados por alguém ou caíram.

 

O Va Kio olha para dois casos de polícia. Um levou à detenção de um jovem de 19 anos, suspeito de roubo e coacção sexual de uma rapariga de 15 anos. O outro também envolveu um jovem de 19 anos, que alegadamente terá abusado sexualmente de uma criança de nove anos.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

O canal chinês da Rádio Macau adianta que uma residente foi hospitalizada, por suspeitas de infecção através da Síndrome Respiratória do Médio Oriente. A mulher esteve recentemente na Coreia do Sul e apresentava sintomas de febre, dor de garganta e tosse. A emissão desta manhã está a ser também preenchida com outro caso semelhante, mas que envolveu uma sul-coreana. Tudo aconteceu ontem à noite. Os testes efectuados deram negativo.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau puxa para a primeira página as questões do deputado Au Kam San sobre o facto de parte do fundo da reserva financeira de Macau estar a ser investido através do Governo provincial de Guangdong. O jornal nota ainda que a RAEM está em “alerta elevado” devido à Síndrome Respiratória do Médio Oriente.

 

O Jornal Tribuna de Macau entrevistou o presidente da Associação de Políticas de Saúde de Macau e antigo director do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde. Tong Ka Io diz que a Síndrome Respiratória do Médio Oriente poderá tornar-se num “grande problema”. No destaque fotográfico está a Livraria Portuguesa. Ricardo Pinto está interessado em continuar a gerir o espaço.

 

Preparados para o pior, lê-se no Ponto Final. O jornal nota que os Serviços de Saúde aumentaram o nível de alerta epidemiológico para “elevado” devido à Síndrome Respiratória do Médio Oriente. “Uma nova identidade para Bella” é outro dos destaques do dia. Em causa está um novo pedido de um residente do território que mudou de sexo e quer ver a mudança consagrada em termos legais.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily titula que “junkets estão em perigo”. A associação Foreront of Macau Gaming avança que duas das maiores empresas vão agir de forma drástica. O David Group deve encerrar mais duas salas VIP e colocar no desemprego 100 pessoas. O Neptune Guangdong Group também vai pelo mesmo caminho e planeia despedir 300 pessoas. Esta terça-feira, o jornal financeiro dá ainda conta de que a Autoridade de Aviação Civil não defende a construção de uma nova pista no Aeroporto Internacional.

 

O Macau Daily Times faz manchete com “Serviços de Saúde aumentam nível de resposta à Síndrome Respiratória do Médio Oriente”. Noutro destaque de primeira página do jornal lê-se que “portugueses tendem a ficar fora da política local”.

 

O Macau Post Daily coloca como grande tema do dia a detenção de um jovem de 19 anos, por suspeitas de abuso sexual de uma criança de nove anos. Ontem, a Polícia Judiciária revelou ainda outro caso, mas de coacção sexual. O alegado agressor tem 19 anos e a vítima é uma estudante de 15 anos.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O China Daily avança que o Governo Central vai baixar os limites à entrada de estrangeiros em institutos e centros científicos de investigação. A medida serve para “atrair mais” mão-de-obra qualificada para a China. No destaque fotográfico do jornal está a cimeira do G7, que decorre na Alemanha.

 

O South China Morning Post escreve que Hong Kong “aumenta o nível de alerta” relacionado com a Síndrome Respiratória do Médio Oriente, ao mesmo tempo que são desaconselhadas as viagens para a Coreia do Sul. O diário dá ainda conta dos passos do Irão rumo a uma maior parceria com a China. Teerão “acolhe” as pretensões de Pequim, que quer aumentar a presença naval na Ásia.

 

O Standard tem como principal tema a Síndrome Respiratória do Médio Oriente, numa altura em que Hong Kong aumentou o nível de alerta para “sério”. As autoridades da região lançaram também um aviso para quem planeia viajar até à Coreia do Sul.