Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Maternidade: Associação quer licença igual à função pública
Segunda, 01/06/2015

A Associação Geral das Mulheres defende uma licença de maternidade de 90 dias pagos para todas as trabalhadoras de Macau, uma regalia já gozada pelas trabalhadoras da função pública. O Governo propôs, em sede de concertação social, mais 14 dias de faltas justificadas não pagas para as mães, depois de finda a licença de maternidade de 56 dias.

 

Já para a criação da licença de paternidade, o Governo apresentou aos parceiros sociais uma proposta de entre três a cinco dias remunerados. A Associação Geral das Mulheres concorda com a ideia, mas a presidente Wong Kit Cheng sublinha que o período de licença de paternidade poderia ser mais alargado.