Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Lionel Leong acredita no reforço da cooperação com Fujian
Terça, 21/04/2015

As empresas de Macau têm a porta aberta para investir em Fujian e a província chinesa pode contribuir para a diversificação da economia local. Esta é a mensagem que o secretário para a Economia e Finanças, Lionel Leong, traz da visita de dois dias a Fuzhou.

 

“É uma via bilateral. As empresas de Macau vão a Fujian e as companhias da província chinesa vão ao nosso território. Acho que isso vai acontecer das duas formas. Como é que isso pode ajudar a diversificar a economia? É claro que quando falamos em cooperação regional, falamos em mais tipos de negócios que podemos explorar. E quando olhamos para Fujian, podemos ver que tem uma forte ligação com os países do sudeste asiático e Taiwan”, nota Lionel Leong, em declarações à TDM, antes do regresso a Macau.

 

O secretário acredita que a nova zona de livre comércio em Fujian – uma das quatro em toda a China – vai ser vantajosa para as empresas locais. Em troca, o titular da pasta da Economia e Finanças diz que Macau pode ser um facilitador entre a província chinesa e os países de língua portuguesa.

 

“Incentivámos a participação [de empresas de Fujian] num encontro no Brasil, em Junho, e em Angola, em Julho. Depois, noutros países de língua portuguesa, como Moçambique. Já endereçámos um convite para que participem nestes encontros e parece que estão realmente receptivos a esta ideia”, indica Lionel Leong.

 

A comitiva de Macau na viagem a Fuzhou foi liderada pelo Chefe do Executivo, Chui Sai On. Vários membros do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) também estiveram presentes na capital da província de Fujian.