Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 08/04/2015

O incêndio num edifício do Toi San é o tema em foco na imprensa chinesa. Já nos jornais de língua inglesa as primeiras páginas são dedicadas à multa que o Governo pretende aplicar à construtora do Parque de Materiais e Oficina do Metro Ligeiro na Taipa.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun puxa para manchete o incêndio, ontem, no Edifício Jardim Cidade, na zona do Toi San. Uma centena de pessoas foi retirada do edifício. O jornal dá ainda conta de um acidente de viação, do qual resultaram dois feridos.

 

O incêndio em um edifício residencial na zona do Toi San é também o tema principal do Va Kio. O matutino adianta que duas pessoas tiveram de ser transportadas para o hospital devido à inalação de fumo.

 

Canal Chinês da Rádio Macau

Esta manhã, Helena de Senna Fernandes, directora dos Serviços de Turismo, revelou, no programa Fórum do canal chinês da Rádio Macau, que há mais de quatro mil quartos de hotel em processo de licenciamento. Helena de Senna Fernandes adiantou também que os serviços que lidera vão focar-se em explorar diferentes mercados no futuro. A Ou Mun Tin Toi dá ainda conta que já a partir de Maio aumenta o salário para trabalhadores de limpeza e segurança dos serviços públicos. Passa de 26 patacas para 30 patacas por hora.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

“Correr pela vida” titula o Hoje Macau depois da ANIMA ter lançado uma petição online em que pede o fim do canídromo. No topo da página Manuel de Oliveira e “o fim de um ciclo”. O realizador português morreu na passada sexta-feira com 106 anos.

 

O Ponto Final escreve “Edifícios com 90 metros na Doca dos Pescadores provocam polémica”. O projecto inicial era de apenas 60 metros. Noutra chamada de capa lê-se “Quebra nas hospedagens pode comprometer novos empreendimentos turísticos”.

 

“Lucros das operadoras de jogo ainda pagam cinco hospitais” é o grande destaque do Jornal Tribuna de Macau. Na imagem as celebrações da Páscoa: “Fé une tradições diferentes em Macau”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Macau Post Daily escreve que o Governo instaura um processo para aplicar uma multa de 10 milhões de patacas à construtora do Parque de Materiais e Oficina do Metro Ligeiro na Taipa. O matutino conta também que cerca de 300 cofres de depósito de jóias foram roubados de um edifício no centro de Londres, durante o fim-de-semana prolongado da Páscoa.

 

A multa a aplicar à construtora do parque do metro na Taipa faz também a manchete do Business Daily. O jornal económico adianta que o Executivo justifica o processo com o facto de não terem sido cumpridas as obrigações contratuais, o que resulta nos atrasos do projecto. O jornal puxa ainda para primeira página, as previsões para este mês no sector do jogo. Os junkets antecipam que, em Abril, as receitas vão estar abaixo dos 20 mil milhões de patacas.

 

O Macau Daily Times escreve que o Governo acusa a construtora do Parque de Materiais e Oficina do Metro Ligeiro na Taipa dos atrasos no projecto do metro. No destaque fotográfico Little Miss Violet: uma reportagem sobre o ofício de escrever num blog sobre moda. 

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post dá grande destaque à explosão numa fábrica de produtos químicos em Fujian. O jornal escreve que o acidente reaviva receios sobre este tipo de projectos. O jornal conta ainda que cartéis de droga mexicanos expandem-se para Hong Kong.

 

No China Daily lê-se que “China e Vietname reforçam relações”. Os dois países assinaram protocolos e comprometem-se a lidar com as diferenças do passado de forma apropriada. Em foco ainda a nova campanha das Nações Unidas que está centrada na segurança alimentar.

 

O Standard dá destaque a Liu Xiang. O atleta chinês põe fim à carreira. O jornal conta ainda que um casal é detido depois da filha se ter suicidado. A rapariga, nascida em Hong Kong, nunca foi registada nem nunca foi à escola.