Em destaque

22 de Janeiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2217 patacas e 1.1363 dólares norte-americanos.

Gabriel Tong considera positiva criação de órgãos municipais
Segunda, 23/03/2015

O deputado Gabriel Tong concorda com o estudo relativo aos órgãos municipais sem poder político, anunciado hoje pelo Chefe do Executivo durante a apresentação do Relatório das Linhas de Acção Governativa. O deputado considera que a medida pode impulsionar a participação dos residentes na vida pública, mas ressalva que o Governo deve determinar bem as matérias a serem analisadas por esses órgãos.

 

“Facilita uma maior participação dos cidadãos na vida social e cívica. Comparando com as actividades tradicionais de um município temos uma diferença bastante grande. Tradicionalmente, em Macau também existem de forma diferente. Agora é delimitar quais os assuntos que passam para as mãos desses órgãos e quais os que restam para a Administração”, apontou o também subdirector da Faculdade de Direito da Universidade de Macau.

 

O deputado destacou ainda outras políticas anunciadas pelo Chefe do Executivo que focaram a reforma da administração pública. “Por exemplo, o melhoramento do regime dos benefícios sociais, uma política a longo-prazo para fazer medidas de uma maneira mais sistemática e, por outro lado, a criação de órgãos municipais, e a simplificação e racionamento dos organismos consultivos. Por isso, desta vez é o racionamento da Administração Pública o ponto fulcral destas linhas”.