Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 12/03/2015

A imprensa portuguesa destaca o início do julgamento do caso Luís Amorim e os depoimentos de dois inspectores da Polícia Judiciária. Nos jornais em língua chinesa, os temas principais são a evacuação da enfermaria pós-parto do Hospital Conde de S. Januário e as inscrições nas creches.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun puxa para tema principal a evacuação, ontem, da enfermaria pós-parto do Centro Hospitalar Conde de São Januário, devido a um acidente com um extintor. Em foco ainda as novas regras de transporte de passageiros para as motas.

 

No Va Kio destaca-se as declarações de Leong Vai Kei, dos Serviços de Educação, a propósito das conversações com as escolas, no final do mês, sobre o sistema unificado de inscrição nas creches. 

 

Canal Chinês da Rádio Macau

A Ou Mun Tin Toi dá conta de um acidente, esta manhã, na Estrada de Pac On entre dois automóveis e dois táxis. No acidente, quatro pessoas ficaram feridas e foram transportadas para hospital.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

“André Ritchie vai sair do Gabinete para as Infra-estruturas de Transportes” escreve o Jornal Tribuna de Macau. O diário conta ainda que “Associação quer proibição de fumo nas vias públicas”.

 

A manchete do Ponto Final é dedicada ao caso de jovem Luís Amorim: “Investigações não foram direccionadas para suicídio, diz PJ” é o título. O matutino revela também que “China prendeu e impediu feministas de celebrar Dia Internacional da Mulher”.

 

No Hoje Macau lê-se, sobre o julgamento do caso Luís Amorim, “Sinais de vida”. Inspectores da Polícia Judiciária alegam que o jovem apresentava sinais de vida quando foi encontrado. Ainda em foco, no topo da página, “Motas: Mais vale só do que multado”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Macau Daily Times escreve hoje sobre o fortalecimento da pataca, face ao euro, que pode afastar visitantes. No destaque fotográfico os “desejos de Zhuhai de se globalizar” e da “falta de visão de Macau”.

 

O Business Daily dá hoje conta de um seguro ligado a investimentos que poderá ser vendido em Macau a clientes da China. Em foco ainda as declarações do director do Gabinete de Ligação do Governo Central: Li Gang sublinha que os governantes chineses devem manter-se afastados de jogo em Macau.

 

O Macau Post Daily conta que 87 pessoas foram retiradas de uma enfermaria pós-parto do Centro Hospitalar Conde de São Januário depois de um acidente com um extintor. Noutra chamada de capa lê-se que “Espanha assume Banco de Andorra devido a investigação por lavagem de dinheiro”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post titula “57 mil milhões do valor do fundo de previdência vão para fundo principal”. Noutra chamada de capa lê-se “Rajapaksa defende papel de Pequim”: antigo presidente do Sri Lanka entende que o apoio da China é crucial para o desenvolvimento do país.

 

“Pequim reitera compromisso de sufrágio universal” titula o China Daily. O jornal escreve ainda “Nação aberta à articulação dos Estados Unidos”: China está pronta para dar as boas vindas à estratégia americana de reequilíbrio para a Ásia-Pacífico.