Em destaque

22 de Janeiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2217 patacas e 1.1363 dólares norte-americanos.

Arco-Íris pede ajuda à ONU na causa da violência doméstica
Terça, 10/03/2015

A Associação Arco-Íris enviou uma carta às Nações Unidas em que pede ajuda para lutar pela inclusão dos casais do mesmo sexo na proposta de lei de prevenção e correcção da violência doméstica. O anúncio foi feito, esta tarde, em conferência de imprensa.

 

A associação deu este passo depois de perceber que a Assembleia Legislativa não está aberta a esse debate. Em comunicado, escreve que “lamenta que a 1ª comissão permanente da Assembleia Legislativa não tenha demonstrado interesse pelos direitos à igualdade da comunidade LGBT [Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros]”. Assim sendo, “sem outra opção”, a Arco-Íris decidiu recorrer, especificamente, à Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Género e Empoderamento das Mulheres.

 

Na carta, assinada pelo presidente, Anthony Lam, e pelo porta-voz, Jason Chao, a Arco-Íris denuncia a “discriminação” contra a comunidade LGBT em Macau e pede ajuda para “elevar a questão às instâncias internacionais”.