Em destaque

22 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2311 patacas e 1.1378 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-feira)
Terça, 10/03/2015

O relvado junto à Assembleia Legislativa, as reuniões de Pequim, um caso de alegada violência doméstica – são alguns dos temas em foco nos jornais que se encontram hoje nas bancas.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun puxa para a capa pela notícia sobre o serviço 4G, que deverá arrancar durante este ano. Foram ontem anunciadas as vencedoras do concurso público para a operação do serviço: CTM, China Telecom, Smartone e Hutchison.

 

Já o Va Kio opta por destacar a novidade anunciada pelo Corpo de Bombeiros, que pretende recrutar mais de 500 pessoas nos próximos cinco anos. Espaço também para um caso de polícia: um homem da China Continental foi detido pela Polícia Judiciária depois de a ex-namorada ter apresentado queixa por alegada violência doméstica.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar conta das declarações de Ng Kuok Cheong acerca dos terrenos concedidos que estão por aproveitar – o deputado insiste que o Governo deve recuperar as parcelas e construir habitação pública. Outro assunto na manhã informativa da emissora é a inflação na China: em Fevereiro, chegou aos 1,4 por cento.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Troca chaves”, escreve o Hoje Macau na manchete, na chamada para um texto sobre a hospedaria San Va: por decisão judicial, a casa de hóspedes mais antiga de Macau vai deixar de pertencer aos actuais proprietários. Em foco também a reunião da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês: “Urgente acordo para travar corrupção”.

 

 O Jornal Tribuna de Macau noticia que “UM sugere ‘mediação’ antes das queixas contra assédio sexual”. No destaque com fotografia, lê-se que “Obra no MGM ‘desafia’ talento de Joana Vasconcelos”.

 

O Ponto Final faz manchete com as reuniões em Pequim: “Li Keqiang, ‘o mais razoável e prático’”. Referência ainda na capa para a Novo Macau, que “exige o relvado da Assembleia de volta”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily puxa hoje para manchete pela segurança nos estaleiros de construção. Os dados indicam que houve mais acidentes e a maioria em projectos no Cotai. Em foco ainda a ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, que só deve estar pronta em 2020, um prazo “difícil”, admite um governante de Guangdong.

 

O Macau Daily Times sublinha as acusações de activistas depois de o Governo ter colocado uma cerca no relvado junto à Assembleia Legislativa. A Associação Novo Macau diz que é para “evitar protestos”. No destaque fotográfico está o Presidente chinês, com o título: “A construção do culto da imagem de Xi [Jinping]”.

 

“Chefe do Gabinete de Ligação diz que o jogo está numa fase de ajustamento”, titula o Macau Post Daily. O jornal dá ainda conta de um caso de um homem que agrediu a companheira por esta se recusar a pagar cerca de dois milhões de patacas, por despesas de separação.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

“Colombo insiste que não está a atingir a China de forma injusta”, escreve o South China Morning Post na manchete, acerca do esclarecimento feito pelo novo Governo do Sri Lanka, que diz querer pôr fim aos negócios corruptos orquestrados pelo antigo Executivo. No destaque com fotografia, a chanceler alemã e o primeiro-ministro japonês, numa conferência de imprensa em Tóquio, para o título: “Merkel diz ao Japão para lidar com o passado”.

 

O China Daily dá conta nas gordas das sessões que estão a decorrer em Pequim, e da atenção que Xi Jinping e Li Keqiang estão a dar ao nordeste do país. Noutro destaque, a actualidade de Hong Kong: o Governo de C.Y. Leung condena os ataques aos turistas da China Continental.

 

No Standard está em foco a construção da terceira pista do Aeroporto de Hong Kong. O jornal destaca ainda o número de acidentes com aviões no ano passado – foram menos, mas resultaram em mais vítimas mortais.