Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Criminalidade violenta aumenta 8,4 por cento em 2014
Sexta, 13/02/2015

A criminalidade violenta aumentou 8,4 por cento, no ano passado. A contribuir para esta subida estão os casos de extorsão e sequestro, disse o secretário para a Segurança, Wong Sio Chak.

 

As autoridades de Macau lidaram com 811 casos violentos. Os crimes de extorsão passaram de 67, em 2013, para 101, em 2014. Ou seja, foi registado um aumento de cerca de 50 por cento.

 

Em relação a sequestros, em 2013, foram registados 150. No ano passado, o número de casos foi de 220, correspondendo a uma subida de mais de 46 por cento.

 

Os crimes de violação chegaram a 33, em 2014 – mais nove do que no ano anterior. No que diz respeito a homicídios, foi registado apenas um, tal como aconteceu em 2013.

 

A descer estiveram os crimes relacionados com droga. De 231 passaram para 196. Isto quer dizer uma descida de cerca de 15 por cento. Além disso, o consumo de estupefacientes também registou uma quebra de mais de 51 por cento.

 

No capítulo da delinquência juvenil, verificou-se uma subida anual de cerca de 27 por cento.

 

No balanço da criminalidade em 2014, o secretário para a Segurança referiu como “grave” as burlas por telefone. O número subiu 161 por cento, no ano passado. Já os casos de extorsão com ameaças de divulgação de imagens íntimas na internet aumentaram mais de 100 por cento.

 

Wong Sio Chak disse ainda que uma das prioridades para as Linhas de Acção Governativa deste ano é a revisão das penas para os condutores apanhados com excesso de álcool. Em relação ao caso do HSBC sobre esquemas de evasão fiscal – que apanhou dez nomes ligados a Macau – o secretário preferiu não fazer comentários.