Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

José Gameiro: "Empresários portugueses são muito saloios"
Sábado, 24/01/2015

Só no papel.  As políticas públicas não incorporam o saber da psicologia e os empresários portugueses ainda são muito saloios. Ignoram que as condições materiais e sociais de trabalho são fundamentais para a produtividade  dos empregados. É o que afirma o psiquiatra José Gameiro na Rádio Macau Entrevista. 

 

“Há políticas de família no papel, até há uma secretária de Estado para a família, mas depois a integração na vida real é zero ou quase zero. Temos uma licença de maternidade muito pequena ainda”, diz o psiquiatra acerca dos cinco meses actualmente concedidos, que podem ser apenas quatro se o casal decidir pela licença partilhada, em que o pai fica um mês em casa. “Toda a gente sabe que, no mínimo, sete ou oito era o ideal.” José Gameiro diz ainda que “a gravidez é mal vista nas empresas”. 

 

“Vou dizer uma coisa que é muito polémica mas que é o que penso de facto:  em geral, as empresas portuguesas – e ponho aqui muitas aspas – ainda são muito saloias.”