Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Activistas exigem reacção do CE sobre Fong Chi Keong
Terça, 20/01/2015

As polémicas declarações de Fong Chi Keong sobre a violência doméstica são o mote para o grupo Macau Consciência exigir o fim do sistema de deputados nomeados. Para sábado está marcada uma manifestação, com partida na Praça do Tap Seac (16h). O activista Scott Chiang quer que a população saia às ruas, mas também aguarda um comentário do Chefe do Executivo, Chui Sai On, sobre este caso.

 

“Queremos que o Chefe do Executivo diga se apoia o comentário de Fong Chi Keong sobre esse tema. Porque é ele o eleitor. Sozinho. Mantemos a ideia de que os nomeados na Assembleia são uma relíquia histórica, que pertence a um museu, como os dinossauros que se sentam nesses lugares”, afirmou Scott Chiang, esta tarde.

 

Fong Chi Keong é um dos sete deputados nomeados. Há uma semana, durante o debate sobre a violência doméstica, o também empresário defendeu que, se houver tolerância zero neste tipo de crime, o impacto nas famílias vai ser grande. Além disso, disse que há mulheres que gostam de ser agredidas pelos maridos e o abuso sexual no casamento não existe.

 

“O deputado é imune a consequências criminais pelo trabalho que desempenha no plenário e tem liberdade de expressão. Mas a liberdade de expressão não o isenta de ser criticado, especialmente quando faz comentários absurdos”, referiu Scott Chiang.

 

O grupo Macau Consciência defende que não pode haver espaço para deputados como Fong Chi Keong, na Assembleia Legislativa. Durante esta tarde, junto ao Mercado Vermelho, foi organizada uma acção de promoção do protesto de sábado, que obteve apoio de 19 associações locais. Quanto à petição online que circula nas redes sociais, com o objectivo de condenar as declarações de Fong Chi Keong, já foi subscrita por quase sete mil pessoas.