Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 16/01/2015

As previsões para o sector do jogo e a visita do Papa Francisco às Filipinas são temas em destaque nos jornais desta sexta-feira.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun escreve hoje sobre os 46 edifícios na zona do Fai Chi Kei que ficaram sem electricidade – 2600 apartamentos foram afectados. Suspeita-se que na origem do corte de energia tenham estado escavações que decorrem na área. O jornal faz ainda referência aos casos de excesso de velocidade no túnel do Cotai: foram 600 em apenas quatro dias.

 

O Va Kio dá destaque a um caso de polícia: um jovem vendeu um relógio falsificado através da Internet. Referência também para as sugestões deixadas pelos Kaifong ao Governo para resolver os problemas de trânsito.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A emissora tem estado a dar conta do novo sistema de marcações online do Consulado Geral de Portugal em Macau. A plataforma está em funcionamento desde ontem. Em foco ainda a construção de um hotel de cinco estrelas no centro da cidade, junto ao edifício FIT.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Ambição reforçada no Centro de Português”, lê-se na manchete do Jornal Tribuna de Macau, que ocupa o destaque com fotografia com uma imagem captada em Manila: “Milhões de filipinos rejubilam com a chegada do Papa”. Noutro destaque, no topo da página, “os protectores dos ‘vira-latas’”.

 

O Ponto Final escreve nas gordas que “Governo pode agravar impostos dos casinos”. Chamada também à capa para “trabalhadores sexuais do Hotel Lisboa em situação desconhecida”.

 

Já o Hoje Macau dedica a manchete ao tratamento de resíduos electrónicos, que são misturados com o lixo doméstico: “Tudo no mesmo saco”. Chamada à capa para uma entrevista ao académico Carlos André, com o título “O divórcio irreversível”.

 

Porque hoje é sexta-feira, sai para as bancas O Clarim. “Diocese agradada mas expectante”, explica o semanário católico a propósito dos primeiros 30 dias do novo Governo. Em grande plano, o Papa e a visita ao Sri Lank e às Filipinas, com o título “Diálogo, paz e esperança”.

 

O semanário bilingue Plataforma Macau escreve nas gordas que “Cibercrime envolve mais Macau”. Noutras chamadas à capa, “Nova legislação de violência doméstica ‘exige políticas sociais’” e “Corrupção aflige ‘do Minho a Timor’”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

“Analistas prevêem recuperação total do jogo em 2016”, refere o Macau Daily Times nas parangonas. A primeira página é ocupada com uma fotografia do Papa Francisco nas Filipinas.

 

O Business Daily dá conta de mais um recorde de Macau, que passou a ser a segunda cidade do mundo onde a construção é mais cara. Noutro destaque, o facto de Hong Kong ter acabado com o esquema de fixação de residência por investimento – a região continua, no entanto, a dar as boas-vindas a talentos estrangeiros.

 

O Macau Post Daily também dá conta das previsões para o jogo – metade da primeira página é ocupada com um texto sobre as declarações do analista Aaron Fischer. Noutro artigo, referência às críticas no Reino Unido feitas a uma editora que baniu os porcos das suas publicações.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post escreve na manchete que o esquema de residência por investimento – entretanto suspenso – trouxe poucos benefícios para a cidade. Os mais de 25 mil investidores não ficaram o tempo suficiente em Hong Kong para que isso acontecesse. No destaque com imagem, a apresentação do novo telemóvel da Xiaomi, que pretende fazer frente aos “rivais globais”.

 

No China Daily, destaque para as declarações da secretária-chefe de Hong Kong, Carrie Lam, acerca dos não residentes da cidade. Vão continuar a ser a principal fonte de aumento da população. Desde a transferência de soberania, 830 mil pessoas mudaram-se para Hong Kong – 98 por cento são mulheres ou crianças de residentes da região administrativa especial. A manchete faz-se, no entanto, de outro assunto: as investigações que estão a ser feitas no Exército Popular de Libertação.

 

O Standard tem como notícia principal da edição de hoje os investimentos da Henderson Land, que planeia construir casas baratas para os idosos e os jovens em Hong Kong.