Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 15/01/2015

As reacções às declarações do deputado nomeado Fong Chi Keong sobre a violência doméstica e a conclusão de um estudo que constata o aumento de jovens dependentes do jogo são dois temas em destaque na imprensa local. Em Hong Kong, os jornais viram atenções para as Linhas de Acção Governativa para 2015, que ontem foram anunciadas pelo Chefe do Executivo, CY Leung.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun destaca nesta edição a notícia da detenção de um homem, suspeito de contrabando de pistolas contrafeitas. Este diário titula ainda que o Corpo de Polícia de Segurança Pública e os sindicatos de taxistas de Macau trocaram opiniões sobre a aplicação do futuro regime jurídico dos táxis. O Ou Mun dá ainda conta de que os suspeitos do caso relacionado com a rede de prostituição do Hotel Lisboa vão aguardar julgamento na cadeia. Os seis alegados cabecilhas, entre os quais está Alan Ho, sobrinho de Stanley Ho, vão passar o Festival de Primavera na prisão.

 

O outro jornal em língua chinesa, o Va Kio coloca o principal foco sobre o encontro entre a polícia e os sindicatos de taxistas. O matutino acrescenta que foi defendida a auto-regulação da indústria de táxis. Noutro título lê-se que o Jardim Zoológico da Flora, onde vive o urso negro asiático Bo Bo, pode ser transferido para o parque de Seac Pai Van e também que não está excluída a hipótese do panda Hoi Hoi regressar à terra natal.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

Esta manhã, a Ou Mun Tin Toi dá espaço a Wong Kit Cheng - a deputada espera que o Governo entenda claramente a necessidade de reforma dos cuidados de saúde e ainda as questões da falta de recursos humanos na área da enfermagem.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

A manchete do Jornal Tribuna de Macau diz “adição ao jogo agrava-se entre os mais jovens”. A associação Rede de Serviços Juvenis Bosco manifes­ta-se preocupada, de uma percentagem de 3,8 por cento em 2013 passou-se para uma prevalência do jogo entre jovens de 9,1 por cento. “Denunciado ‘ataque’ ao patrimóniono Quartel de S. Francisco”, lê-se no destaque fotográfico – Vizeu Pinheiro lamenta intervenção “incompreensível”.

 

O Ponto Final titula “Ho Iat Seng e Chui Sai On sem censuras a Fong Chi Keong”. O deputado “tem o direito e a liberdade de emitir as suas opiniões”, diz o gabinete do Chefe do Executivo. A presidência da Assembleia cita o estatuto de imunidade dos seus membros. Mas a Coligação Anti-Violência Doméstica exige um pedido de desculpas. Outro tema em destaque é a segurança interna: “liderança de Xi Jinping aumenta repressão”.

 

“Danos colaterais” é a manchete do Hoje Macau, que afirma que as declarações de Fong Chi Keong afectam Chui Sai On e Ho Iat Seng – “um porque o nomeou, outro porque o deixou falar”. Leonel Alves critica o presidente do hemiciclo e defende o Chefe do Executivo. Pereira Coutinho “zurze nos dois”. Em algumas das chamadas de primeira lê-se “José Cesário – relações no melhor dos mundos” e “estudo – Coimbra ainda é uma lição”. Há ainda espaço para uma referência ao livro de fotografia de Gonçalo Lobo Pinheiro.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Macau Post Daily escreve, em manchete, que os seis alegados cabecilhas de uma rede de prostituição, que actuava no Hotel Lisboa, vai aguardar julgamento na prisão. Noutro título, o matutino vira atenções para os Estados Unidos por causa de uma sondagem que conclui que 73 por cento dos americanos esperam ver, durante a sua vida, uma mulher presidente na Casa Branca.

 

A manchete do Macau Daily Times diz que “está a aumentar o número de jovens com dependência do jogo” – é a principal conclusão de um estudo agora conhecido. O destaque fotográfico é feito com Hong Kong, porque o Chefe do Executivo, CY Leung, alertou para o perigo de ‘anarquia’, durante a apresentação das Linhas de Acção Governativa para 2015.

 

O título escolhido pelo Business Daily é “dilema em torno de imposto de selo especial”. O sector imobiliário considera que o imposto especial, implementado em 2011, prejudicou mais do que trouxe vantagens ao mercado e pedem mesmo a sua abolição. Noutro destaque, o diário económico sublinha que os bancos de Macau estão a conceder menos crédito em empréstimos.  

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em manchete, o South China Morning Post diz que “CY Leung anuncia o plano director para Hong Kong”. O Chefe do Executivo da região vizinha deu ontem a conhecer as Linhas de Acção Governativa para 2015, das quais, o South China destaca a eliminação do esquema de vistos para investimento e a promessa de mais apartamentos subsidiados.

 

O China Daily destaca o mesmo tema, publicando uma grande fotografia de CY Leung a pousar para as câmaras, segurando duas cópias das Linhas de Acção Governativa para 2015. Em manchete lê-se “medidas arrojadas para o futuro de Hong Kong”. O jornal oficial chinês realça o fundo para os idosos e as novas iniciativas para a juventude. Outro título é feito com as reacções, lê-se “diferentes sectores aplaudem as Linhas de Acção Governativa”.

 

O Standard preferiu escrever no título principal desta edição: “Leung deixa alertas de anarquia”. O Chefe do Executivo alertou para o perigo de anarquia e diz que Hong Kong deve estar atenta a futuras iniciativas do movimento Occupy.