Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Caso Hotel Lisboa: polícias vão vigiar indústria 24 horas
Terça, 13/01/2015

O secretário para a Segurança disse hoje que o caso da rede de prostituição, a envolver Alan Ho, sobrinho de Stanley Ho, é uma operação independente, preferindo não avançar se há outras investigações idênticas em curso. Ao comentar pela primeira vez o processo, Wong Sio Chak revelou ainda que a investigação no Hotel Lisboa decorria há já um ano, quando era ainda o director da Polícia Judiciária.

 

Wong Sio Chak avançou, no entanto, que pretende reforçar a cooperação entre a polícia e os dirigentes dos casinos e hotéis de Macau para melhorar o combate a actividades ilegais nesses empreendimentos. E promete uma vigilância apertada. “É só um caso independente (...) vamos reforçar a comunicação com os altos dirigentes das áreas dos casinos e dos hotéis. O Governo vai ainda destacar o pessoal da polícia pelos diversos casinos e hotéis durante 24 horas”, referiu o secretário, em declarações aos jornalistas, no final de uma visita ao Posto Operacional Central do Corpo de Bombeiros.

 

O desmantelamento de uma alegada rede de prostituição no Hotel Lisboa levou ontem ao ministério público Alan Ho, o líder da empresa que gere os hotéis do grupo STDM, e outros cinco homens, também suspeitos de serem os cabecilhas dessa rede que, diz a policia, estava a operar desde 2013.