Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Morreu o piloto macaense Rui Clemente
Sábado, 10/01/2015

Rui Clemente faleceu esta sexta-feira, no Hospital Kiang Wu. O piloto macaense participou em várias edições do Grande Prémio de Macau, mas estava longe das provas há alguns anos. No entanto, regressou ao circuito da Guia, em 2014, para competir na Taça CTM.

 

“Ele confidenciou-me que gostava de correr, se bem que toda a gente da parte do desporto motorizado sabia de antemão que estava doente, desde o princípio do ano passado”, recorda o piloto Rui Valente.

 

O “gosto de fazer uma coisa que sempre fez na vida” levou Rui Clemente à derradeira participação no Grande Prémio de Macau. Para trás, ficaram muitas presenças em provas asiáticas.

 

“Houve uma altura em que éramos rivais. Corríamos na mesma prova, ambos lutávamos pelos lugares da frente, nas décadas de 1980 e 1990. Além de Macau, chegámos a correr na Malásia, Tailândia e por aí fora. Lembro-me que, nas últimas participações do Rui, corríamos com um BMW. Depois, ele deixou de correr”, conta Rui Valente.

 

Rui Clemente fundou com Palmiro Estorninho uma das equipas macaenses de maior destaque no automobilismo local: a Macau Racing Team.