Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

MTEL vai alugar cabos a um preço mais barato do que a CTM
Quinta, 27/11/2014

A MTEL vai alugar a sua linha, que está a montar para providenciar os serviços de rede fixa, a um preço entre 10 a 20 por cento mais baixo do que é praticado actualmente no mercado. A informação foi avançada pelo subdirector da Direcção dos Serviços de Regulação de Telecomunicações (DSRT).  

 

“Os preços relativos à linha específica da MTEL já foram aprovados pelo Governo. O respectivo preço corresponde ao compromisso incluído na proposta. Verifica-se uma diminuição, de 10 a 20 por cento, em comparação com os actuais preços do mercado”, disse Hoi Chi Leong.  

 

Até agora, apenas a CTM tinha condições para disponibilizar a outras empresas as suas linhas, mediante pagamento. A MTEL anunciou ontem que vai praticar tarifas 30 por cento abaixo dos preços agora praticados no mercado. A nova operadora de telecomunicações espera arrancar na quarta-feira com uma cobertura de rede de 33 por cento, que, no final de 2016, deve chegar aos 70 por cento.

 

A DSRT continua com os planos de anunciar, na primeira metade do próximo ano, os resultados das propostas submetidas para a operação dos serviços 4G. Quanto ao sistema triple play, o Governo só vai disponibilizar as três licenças quando estiverem criadas todas as condições no mercado.

 

Não há ainda uma previsão de data, mas o subdirector Hoi Chi Leong realça que as três companhias interessadas estão já a criar as redes necessárias. “Só podemos lançar o serviço de triple play quando estiverem satisfeitas as condições no mercado. Já temos três companhias que estão a proceder à construção de redes, nomeadamente a CTM, a MTEL e a TV Cabo. E quando estiverem satisfeitas essas condições poderemos então lançar esse serviço”, explicou, à margem do primeiro dia do encontro em Macau da Associação Internacional das Comunicações de Expressão Portuguesa.