Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Investimento no exterior atinge valor recorde
Quinta, 27/11/2014

Os investimentos dos residentes de Macau em títulos emitidos no exterior registaram, no final do primeiro semestre, um valor recorde de 417 mil milhões de patacas, ou seja, um aumento de 35 por cento em termos anuais. De acordo com informação da Autoridade Monetária de Macau, os investimentos incluem indivíduos, governo e outras pessoas colectivas, mas deixam de fora o fundo de reserva cambial do Executivo.

 

Entre as várias componentes da carteira de investimentos, as obrigações de longo prazo são alvo da maior fatia, representando 230 mil milhões. Logo a seguir vêm os investimentos em títulos representativos, com 164 milhões e, depois, as obrigações de curto prazo, que atingiram os 21 mil milhões.

 

A Ásia continua a ser o maior destino do investimento externo para os residentes de Macau, concentrando 76 por cento do dinheiro aplicado. A Europa vem atrás, arrecadando 8,8 por cento.

 

No Velho Continente, o Luxemburgo, país envolvido num escândalo de acordos secretos para benefícios fiscais, foi o país com a maior quota do investimento – 14,7 mil milhões de patacas, o que corresponde a uma subida de 12 por cento em relação ao final de 2013.