Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Investimento do exterior em Macau sobe 16% em 2013
Terça, 18/11/2014

O investimento do exterior, em Macau, cresceu 16 por cento em 2013, em comparação com o ano anterior. O número foi divulgado pelos Serviços de Estatística e Censos e revela um maior reinvestimento de quem tem lucros nos negócios de Macau – lucros que são conseguidos, sobretudo, no sector do jogo. O maior investimento é feito através de offshores.

 

No ano passado, Macau absorveu em investimento directo do exterior 36.100 milhões de patacas. O dinheiro foi aplicado, essencialmente, em jogo, bancos e corretagem, bem como no comércio por grosso e a retalho. Mais de metade do investimento directo do exterior foi feito a partir das Ilhas Caimão, enquanto das Ilhas Virgens Britânicas chegaram 11.400 milhões de patacas. Os investidores de Hong Kong contribuíram com 7.400 milhões.

 

Em sentido contrário, as empresas de Macau investiram lá fora 6.400 milhões de patacas. Ou seja, contas feitas, o valor líquido do fluxo do investimento directo chegou aos 29.700 milhões.

 

O rendimento do investimento directo do exterior foi de 78.900 milhões de patacas, o que traduz um aumento de 31 por cento em relação a 2012. Mais uma vez, destaque para o sector do jogo, que atingiu um valor recorde, com os investidores a verem o rendimento subir 39 por cento.