Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Governo decidiu acabar com serviço dos táxis amarelos
Segunda, 03/11/2014

A partir de quinta-feira, os táxis amarelos vão deixar de circular nas estradas de Macau. O Governo decidiu não renovar o contrato com a companhia de rádio-táxis Vang Iek.

 

Não houve consenso em relação às taxas adicionais pedidas pela empresa e o Executivo decidiu tomar esta decisão, revelou o director dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT), Wong Wan. “A Vang Iek insiste que o Governo deve aceitar a proposta de incluir taxas adicionais no contrato e definir uma data para actualização. O Governo não consegue aceitar e por isso tomou uma decisão: depois das 100 licenças de táxis da Vang Iek expirarem, no dia 6 de Novembro, não vão ser renovadas”, disse, em declarações reproduzidas pelo Canal Macau da TDM.

 

Na semana passada, o Governo tinha feito um ultimato à companhia que gere os táxis amarelos: ou todos os 100 táxis passavam a funcionar apenas através de serviços por chamada telefónica ou não renovava o contrato. Do outro lado, a companhia Vang Iek exigia a fixação de taxas adicionais para esses serviços, queixando-se de perdas nos últimos nove meses.  

 

Sem consenso, o contrato vai ser terminado. O director da DSAT garante que as 200 novas licenças vão compensar a falta de táxis amarelos, embora reconheça que vai existir um período em que circularão menos táxis nas estradas de Macau. “Estimamos que a Vang Iek tenha apenas 40 táxis a operar tanto nas ruas como por chamada. Outros 20 só funcionam por chamada. No total, são 60. Calculamos que possa existir uma diferença de poucas dezenas, num curto período de tempo. Mas no final do ano, o número é compensado com as novas licenças”.

 

Em Dezembro devem entrar em vigor as 200 novas licenças de táxis, espera Wong Wan. Já a companhia que gere os táxis pretos mostra-se disponível para assegurar alguns serviços por chamada telefónica. O Governo também promete abrir um concurso para uma nova companhia de táxis mas não avança para já a data.