Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Milhares voltam à rua contra o regime de garantias
Terça, 27/05/2014

Uma manifestação contra a proposta de lei do regime de garantias para os titulares dos principais cargos voltou a reunir milhares de pessoas, esta tarde. O protesto foi convocado para as 14h30, junto à Assembleia Legislativa, onde foi votado e aprovado um ofício do Chefe do Executivo, que permite a reapreciação do diploma.

 

O grupo Consciência de Macau promoveu a manifestação, que inicialmente contava com mais de 100 participantes. No entanto, o número aumentou, ao longo da tarde, chegando até aos cerca de sete mil. Algo que Jason Chao até tinha antecipado.

 

“Esperamos mais pessoas porque, na internet, disseram que viriam até à Praça da Assembleia Legislativa, depois do trabalho ou do horário de aulas. Por isso, esperamos mais pessoas”, disse o activista, no arranque do protesto.

 

Jason Chao referiu que a acção tinha como objectivo a retirada da proposta de lei do regime de garantias para os titulares dos principais cargos. “Gostaria de ver acções concretas do Chefe do Executivo. Quero ver uma carta assinada pelo Chefe do Executivo a dizer que retira a proposta de lei”, exigiu.

 

O dirigente do grupo Consciência de Macau defendeu ainda que a população deve ter acesso às reuniões das comissões permanentes da Assembleia Legislativa, onde são debatidos os futuros diplomas. “Queremos que sejam mais abertas e que os jornalistas possam fazer a total cobertura noticiosa. Assim o público pode escrutinar o trabalho dos deputados”, indicou Jason Chao.