Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Cavaco Silva admite emoção no regresso a Macau
Quarta, 14/05/2014

É já no próximo sábado que o presidente da República portuguesa chega a Macau, vinte anos depois do última visita, e não esconde a emoção neste regresso: “Devo dizer que para mim é com uma certa emoção que regresso a Macau”, afirmou hoje Cavaco Silva em Xangai.

 

Aos jornalistas, o presidente português reconhece que a negociação com a China sobre Macau foi complexa, mas considera que houve sempre um respeito mútuo e que a transição foi exemplar. Cavaco Silva entende mesmo que o sucesso da transição está visível no desenvolvimento de Macau. “A prova de  que o modelo escolhido foi o certo, está no forte crescimento económico que Macau tem resgistado, na melhoria das condições de vida da população, na estabilidade política e na preservação da raíz cultural de Macau”, sublinhou o presidente português.

 

Para Cavaco Silva, quer Macau, quer a China consideram que "a questão de Macau foi bem resolvida" e que “foi um caso de sucesso a nível internacional”. “Estou convencido que Macau vai manter este crescimento económico e esta estabilidade política”, afirmou.

 

Quantos as ligações aéreas entre Portugal e a China, Cavaco Silva esclareceu esta quarta-feira que quando for caso disso será uma empresa chinesa a assegurar as ligações. Lembrou ainda que um dos participantes no pequeno-almoço com empresários avançou que há cerca de 450 mil chineses que querem visitar Portugal.