Em destaque

20 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2173 patacas e 1.1350 dólares norte-americanos.

Governo estuda medidas para combater ilegalidades nos vistos
Sábado, 10/05/2014

O Governo de Macau anunciou que vai reduzir o número de dias que os visitantes podem fazer escala em Macau. O secretário para a Segurança, Cheong Kuok Va, garante que já começaram as conversações com o ministério da Segurança Pública da China. A decisão tem como objectivo combater as irregularidades nos vistos adquiridos para a permanência em trânsito.

 

Entretanto, uma agência de viagens em Zhuhai, que fica nas proximidades da fronteira das Portas do Cerco, foi forçada a fechar, depois das autoridades chinesas confirmarem que estava a operar sem a devida licença.  A fiscalização está mais apertada depois da televisão da China ter denunciado, na semana passada, um esquema de vistos ilegais.

 

A reportagem da cadeia televisiva incluía esta mesma agência de viagens, agora fechada pelas autoridades. “A agência de viagens Man Va International obteve uma licença para operar o negócio mas falta ainda a aprovação do departamento de turismo. Assim sendo, é uma agência de viagens que está a operar sem a devida licença”, explicou hoje, Shen Lun Chun, representante do Departamento de Turismo e Desporto de Zhuhai.

 

A agência de viagens Man Va International tinha já sido multada, em Fevereiro, justamente por operar sem licença. As autoridades de Zhuhai prometem realizar fiscalizações semelhantes nas agências de viagens nos arredores do Posto Transfronteiriço das Portas do Cerco.