Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Gripe aviária: IACM estuda subsídio para vendedores de aves
Sexta, 09/05/2014

O Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) está a estudar a atribuição de um subsídio para os agentes do sector de comercialização de aves vivas, afectados pela suspensão das vendas.

 

“Neste período difícil têm de cessar a actividade, por não haver importação de galinhas. Estamos agora a trabalhar com os agentes do sector sobre a atribuição de um subsídio”, revelou o presidente do IACM, Alex Vong, depois da cerimónia de tomada de posse.

 

A proibição temporária da importação e venda de aves vivas foi decidida depois de ter sido detectado o vírus H7, numa amostra ambiental recolhida das bancas do Mercado Provisório do Patane, no mês passado. A suspensão de 21 dias termina hoje, mas o presidente do IACM não revelou se o prazo vai ou não ser prolongado.

 

“Iremos rever todo o nosso mecanismo de inspecção sanitária porque o mais importante é salvaguardar e garantir a saúde pública”, disse apenas Alex Vong, que também não se referiu sobre a hipótese de proibir de forma definitiva a importação e venda de aves vivas.

 

O responsável  abordou ainda a transferência de competências do IACM para o Instituto do Desporto e o Instituto Cultural. Os trabalhos vão continuar, “sem perda” dos direitos e das regalias dos trabalhadores envolvidos, garantiu Alex Vong.