Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Segunda-feira)
Segunda, 24/03/2014

A imprensa local destaca o protesto dos antigos moradores do Sin Fong Garden, que acamparam na rua exigindo uma conversa com o Chefe do Executivo sobre o problema do edifício em perigo de ruir, que se arrasta desde o final de 2012. Os protestos violentos em Taiwan entre estudantes e a polícia marcam também o dia na região.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio destaca a iniciativa dos proprietários do Sin Fong Garden acamparem na rua, em protesto contra a inoperância do Governo para se encontrar uma solução para o edifício em perigo de ruir. O jornal acrescenta que os proprietários estão insatisfeitos com o resultado da reunião com representantes do Governo. A polícia já pediu aos proprietários do Sin Fong Garden que abandonem o local do acampamento, mas estes recusaram sair. Noutro título, o Va Kio diz que o Centro da Política da Sabedoria Colectiva defende o abate centralizado de aves vivas e a proibição da sua importação, como medidas necessárias de combate à propagação do vírus da gripe aviária H7N9.

 

O Jornal Ou Mun reserva hoje a primeira página à publicidade. No interior, em grande plano estão também neste diário, os proprietários do Sin Fong Garden. Os moradores querem averiguações para saber a quem podem pedir indemnização e estão desiludidos porque o Governo não concordou em reconstruir o edifício o mais rapidamente possível. Entretanto, escreve ainda o Ou Mun, a União Geral das Associações dos Moradores de Macau pediu ao Governo a publicação do relatório de investigação ao Sin Fong Garden.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado a acompanhar, esta manhã, o protesto dos antigos moradores do Sin Fong Garden. A rádio diz que a polícia apelou mais uma vez aos proprietários para saírem da rua. Noutra notícia, o canal chinês refere ainda que foi hoje publicado em Boletim Oficial um despacho que actualiza para 2 mil e 800 patacas, o montante do subsídio para aquisição de manuais escolares para os alunos do secundário.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau escreve em manchete que os moradores do Sin Fong Garden manifestam-se com “acampamento no Patane”. Os moradores estão acampados no meio da rua junto à porta do prédio e prometem lutar até ao fim. Ainda na primeira, lê-se “invalidez” – pais de deficientes mentais “queixam-se de injustiças”. Outro destaque de primeira refere que “Li Gang sugere passar sector industrial para a Ilha da Montanha”.

 

O Jornal Tribuna de Macau chega hoje às bancas com uma entrevista com o advogado Jorge Menezes, que afirma que “o Governo não teve arte nem coragem” para lidar com o serviço de TV. O JTM destaca também os moradores do Sin Fong Garden que estão “acampados à espera de Chui Sai On”. A par disso, diz o diário que “famílias poupam mais no consumo de água”.

 

“Legistas do caso Luís Amorim apontam para indícios de homicídio”, é a manchete do Ponto Final. Quatro médicas legistas, ouvidas em Portugal, confirmaram que as lesões observadas no corpo do jovem não se coadunam com uma queda da ponte. Noutro sentido, verificaram-se indícios de “arrastamento do corpo” e de morte não imediata após lesões.   

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

“Proprietários do Sin Fong ocupam as ruas e sentem-se desesperados”, é a manchete de hoje do Macau Daily Times. Os moradores do prédio, em risco de ruir, dizem que não arredam pé da Rua da Ribeira do Patane, onde montaram tendas,  até conseguirem falar com o Chefe do Executivo. Noutro destaque de primeira página, o jornal escreve que a primeira-dama dos Estados Unidos defendeu a liberdade de expressão durante uma visita à China.

 

O Macau Post vira atenções também para a polémica em torno do prédio de Macau, com o título “moradores obrigados a sair do Sin Fong Garden ocupam as ruas”. O problema arrasta-se desde Outubro de 2012, altura em que os moradores se viram obrigados a deixar as casas depois de o edifício ter sido considerado perigoso. O protesto levou ao encerramento de duas vias: a Rua da Ribeira do Patane e Avenida Almirante Lacerda. Já os protestos dos estudantes em Taiwan – escreve ainda o diário – resultaram em confrontos com a polícia.

 

O Business Daily realça o “boom nos empréstimos bancários”. Em Janeiro, o aumento no valor dos empréstimos concedidos pelos bancos foi de 138 por cento, em comparação com Dezembro de 2013. Na primeira, o diário económico diz ainda que Macau precisa de mais terrenos se quer diversificar a economia. O director do Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau afirma que a única solução é procurar terrenos na China. Para os novos aterros já há um plano: habitação, infra-estruturas, instalações turísticas e médicas, assim como serviços do Governo. 

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em título, o China Daily diz “prosperidade perto de florir”, em referência a um encontro entre o presidente da China e a primeira-dama com o rei e a rainha holandeses. Nesta visita à Holanda, o casal presidencial procura uma “cooperação mais estreita” entre os dois países. Em coluna, o jornal escreve que “últimas imagens de satélite podem ajudar a resolver o mistério do avião desaparecido”. As novas imagens de satélite foram disponibilizadas pela França e mostram possíveis objectos no Oceano Índico que poderão pertencer ao avião da Malaysia Airlines.

 

“Hong Kong sobre fogo por causa do tráfico humano”, é a manchete escolhida pelo South China Morning Post. Em causa um relatório do Centro de Justiça de Hong Kong e da Liberty Asia, que acusa as leis para o combate do tráfico humano de serem limitadas e, além disso, fragmentadas para proteger as vítimas. Noutro destaque de primeira, o South China diz que duas dezenas de estudantes ficaram feridos em oposição ao acordo de comércio livre entre Taiwan e a China. Os confrontos violentos entre a polícia e os manifestantes, que ocupavam o parlamento, resultaram ainda na detenção de vários estudantes.

 

O Standard faz manchete com o mesmo tema, escrevendo que “protesto em Taipé acaba de forma feia”. A polícia de choque agiu para retirar estudantes que ocupavam o parlamento taiwanês pelo sexto dia. Pelo menos 20 estudantes foram detidos e outros 15 tiveram de ser assistidos no hospital.