Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Janeiro trouxe grandes subidas nos empréstimos bancários
Sexta, 21/03/2014

Em Janeiro, os bancos de Macau aprovaram 4 mil e 400 milhões de patacas em empréstimos para a habitação, num aumento mensal de mais de 45,2 por cento. Também foram concedidos muitos mais empréstimos para os negócios no sector imobiliário: o aumento foi de 138,6 por cento, atingindo um total de 5 mil e quinhentos milhões de patacas.

 

As estatísticas da Autoridade Monetária de Macau, agora divulgadas, indicam ainda que a maioria dos empréstimos hipotecários para a habitação, 97,9 por cento, chegou às mãos de residentes. O mesmo aconteceu na categoria dos novos empréstimos comerciais para a actividade imobiliária, em que foram aprovados 93,6 por cento para residentes.

 

Ainda assim, os não residentes conseguiram, em Janeiro, valores mais elevados dos bancos nestes empréstimos comerciais. O aumento fixou-se nos 785,8 por cento, enquanto para os residentes os valores emprestados para negócios no imobiliário subiram em mais de 127,2 por cento.

 

Quanto ao saldo bruto, no final de Janeiro, o valor dos empréstimos para habitação atingiu os 121 mil e 100 milhões de patacas, ou seja, mais 2,4 por cento face ao mês anterior e mais 23,3 por cento se compararmos com Janeiro do ano passado.  Por outro lado, o saldo bruto dos empréstimos comerciais para actividades imobiliárias aumentou 3,6 por cento em relação a Dezembro e 25,1 por cento em relação ao mês de Janeiro de 2013.