Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 19/03/2014

Os jornais de Macau olham hoje para temas tão diferentes como o preço da água, o futuro dos anteneiros e a obra do arquitecto Manuel Vicente. Já em Hong Kong a imprensa continua a chamar à primeira página o caso do avião da Malaysia Airlines desaparecido no passado dia 8.

 

O jornal Va Kio chama à primeira página as declarações de Susana Wong, directora dos Serviços dos Assuntos Marítimos e da Água: o Governo vai estudar a proposta apresentada pela Macao Water sobre o pedido de aumento das tarifas. Ainda a gripe das aves – não há qualquer caso em Macau entre os trabalhadores dos mercados que tiveram contacto com as galinhas infectadas com o vírus H7. Em Hong Kong e Shenzhen registaram-se mais dois casos de infecção humana pelo vírus H7N9.

 

O Ou Mun conta que os Serviços de Saúde aceitaram as sugestões das operadoras do jogo em torno do consumo de tabaco: vão ser criadas salas para fumar nos casinos, espaços onde não vai haver nem mesas, nem slots. O matutino também puxa para a capa as declarações de Susana Wong acerca da revisão das tarifas da água.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A emissora tem estado a dar voz à deputada Wong Kit Cheng que, numa interpelação oral ao Governo, critica os planos para os lares de idosos e pede ao Executivo que explique a questão na Assembleia Legislativa. A Ou Mun Tin Toi dá ainda conta de uma interpelação escrita do deputado Ng Kuok Cheong, que pede às autoridades que melhorem o mecanismo de tratamento de infiltrações de água nos edifícios.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Anteneiros a consultores da empresa pública de TV”, escreve hoje o Ponto Final, num tema que divide a primeira página com uma fotografia do bispo de Macau. “Igreja católica sem fumo branco”, explica o jornal acerca do colégio eleitoral para a escolha do Chefe do Executivo.

 

O Jornal Tribuna de Macau também escolhe os anteneiros para manchete, mas para dizer que estão “indiferentes” aos planos do Governo, por acreditarem que a actividade não vai mudar. No destaque com imagem, a Associação para o Desenvolvimento Infantil, que suspendeu o funcionamento: “Impasse deixa crianças sem apoio de terapeutas”.

 

O Hoje Macau ocupa grande parte da capa com a chamada para uma reportagem sobre o destino profissional dos jovens licenciados fora do território: “Esquecidos”. Outros temas em destaque na edição desta quarta-feira: “Governo pouco atento à obra de Manuel Vicente” e “Chui Sai On responde pouco à população”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

“Estamos de olho” é a manchete de hoje do Business Daily. O organismo de combate à corrupção da China promete vigiar os responsáveis dos gabinetes do Governo Central em Macau e em Hong Kong. A medida apanha de surpresa alguns analistas que, no entanto, avançam com duas explicações: o combate à corrupção e uma tentativa de mantê-los afastados das mesas de jogo.

 

No Macau Post Daily, em foco um estudo sobre o ensino, levado a cabo pela Macau Whole Person Education Promotion Association. “A pressão sobre os alunos aumenta à medida que os alunos progridem nos estudos”, conclui a pesquisa conduzida entre Abril e Setembro do ano passado.

 

Já o Macau Daily Times escreve que a indústria turística de Macau deve crescer 7,2 por cento em 2014. É o que conclui um relatório do Conselho Mundial de Turismo e Viagens. Numa das chamadas de primeira página, o matutino diz que “Picasso, Monet e Matisse estão em destaque no 15º aniversário do Museu de Arte de Macau”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post continua hoje a dar grande destaque ao avião desaparecido da Malaysia Airlines. Em manchete, o matutino escreve que “questões de segurança podem estar a dificultar as investigações”. Noutro destaque, também a Malásia – mas desta vez questões políticas do país. O líder da oposição, Anwar Ibrahim, diz não ter medo da prisão e lamenta o controlo do poder judicial pelo poder executivo.

 

O tema principal da edição de hoje do Standard é ainda o ataque ao ex-director do Ming Pau. “Acto brutal revisitado”, lê-se no título da notícia que dá conta da reconstituição do crime feita pela polícia.

 

O China Daily continua também a privilegiar as notícias sobre o MH370... O jornal oficial chinês garante na manchete que os passageiros chineses do Boeing 777 “não tinham fins terroristas”. Espaço também na capa para o novo representante diplomático dos Estados Unidos na China – Max Baucus deu ontem a primeira conferência de imprensa enquanto embaixador em Pequim.