Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Nova fronteira: Lau Si Io não aponta datas
Terça, 11/03/2014

O secretário para os Transportes e Obras Públicas não se compromete com uma data para a entrada em funcionamento do novo posto fronteiriço entre Macau e a China. A Agência Xinhua avançou há dias que as obras para a fronteira na Ilha Verde devem estar prontas em 2016, mas Lau Si Io diz que é cedo para definir um calendário.

 

“Não podemos dar uma data concreta porque [o projecto] envolve várias vertentes. Não é só um problema, porque envolve a articulação de várias questões – por exemplo, qual é a forma de acesso do posto fronteiriço. Nesta questão, não é só a parte de Macau que pode responder a essas perguntas. Por isso é que, por enquanto, é um pouco difícil dizer qual a data certa, uma calendarização para este projecto”, afirma Lau Si Io.

 

O governante explica ainda que, neste momento, estão em curso os trabalhos para a deslocalização do mercado abastecedor – mercado que ocupa parte do espaço onde vai ser a nova fronteira – e do centro de inspecção de veículos.

 

A agência oficial chinesa deu também como certo que a futura fronteira vai estar aberta durante 24 horas. Também neste aspecto o secretário prefere não avançar detalhes sobre as negociações com as autoridades da China Continental.

 

“[Quanto ao] acesso de 24 horas em funcionamento, estamos a fazer os estudos e ainda não estamos a definir concretamente qual o modelo para o acesso, mas estamos optimistas com o andamento dos trabalhos”, refere Lau Si Io.

 

Ainda de acordo com a Agência Xinhua – que cita autoridades de Zhuhai – o posto fronteiriço conjunto – que vai ficar na zona do Canal dos Patos, na Ilha Verde – vai começar a ser construído em meados de 2015.