Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-feira)
Terça, 11/03/2014

O misterioso desaparecimento do avião da Malaysia Airlines continua a ser um dos temas em destaque na imprensa de Macau e Hong Kong. Esta terça-feira, os jornais locais olham ainda para as obras de renovação do histórico teatro Cheng Peng.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun acompanha os desenvolvimentos do desaparecimento do avião da Malaysia Airlines. O jornal, que dedica toda a primeira página a este tema, explica que as autoridades chinesas vão colocar satélites em funcionamento para ajudar nas buscas.

 

O Va Kio prefere destacar um caso de polícia. Cinco pessoas foram detidas, por suspeitas de agiotagem. Os homens são do Continente e de Hong Kong. O montante envolvido no esquema não é indicado no diário.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A emissão desta manhã do canal chinês da Rádio Macau também é centrada no desaparecimento do avião da Malaysia Airlines. Cerca de uma dezena de países participam nas operações de busca, que até agora se revelaram infrutíferas.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau destaca a “derrapagem assumida” na renovação do teatro Cheng Peng. O diário explica que as obras encareceram mais 50 por cento. Quanto aos trabalhos, decorrem a “bom ritmo”, garante o presidente da companhia que gere o espaço cultural. William Kuan adianta ainda que a inauguração deve ser feita em 2015. No HM estão também as ligações entre Carson Yeung e empresários de Macau. Recorde-se que o dono do Birmingham City foi condenado e preso por lavagem de dinheiro.

 

“Caso Luís Amorim entra em fase de julgamento”, titula o Jornal Tribuna de Macau. As primeiras testemunhas do caso, que opõe os pais do jovem encontrado morto em 2009 e Macau, serão ouvidas em Portugal. Em causa está a “falência da investigação criminal conduzida pelas autoridades do território”. O JTM também olha para as sugestões do Departamento de Estado norte-americano, que propõe uma descida drástica no valor das operações que os casinos são obrigados a reportar às autoridades. “Desconfiança americana começa nas 24 mil patacas”, lê-se.

 

O Ponto Final escreve “à procura de sangue novo”. Educação, jogo e sector financeiro são as áreas que mais atraem candidatos a emprego entre os recém-licenciados da Universidade de Macau. O jornal nota que o trabalho é “quase garantido”, com “remunerações médias de 13 mil patacas”. Outros destaques da edição desta terça-feira vão para a visita a Macau do ministro da Educação de Portugal, Nuno Crato, e Bruno Álvares. “As decisões técnicas passam todas pelo treinador”, assegura o novo líder da equipa técnica do Benfica de Macau.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily avança que as pequenas e médias empresas de Macau não mostram interesse na Ilha da Montanha. O jornal cita uma companhia de catering. O jornal financeiro também faz eco das declarações de Francis Tam. O secretário para a Economia e Finanças disse ontem que “não deve haver aumento” no número de concessões do sector do jogo.

 

O Macau Daily Times tem como grande destaque as obras no teatro Cheng Peng, que terminam no próximo ano. As pistas abandonadas sobre o desaparecimento do avião da Malaysia Airlines também são passadas em revista.

 

A renovação do teatro Cheng Peng também tem honras de primeira página no Macau Post Daily. As obras vão terminar no “final de 2015”. O espaço está localizado na Travaessa do Auto Novo. Trata-se do mais antigo teatro chinês de Macau.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post titula que satélites chineses vão ajudar nas buscas do avião da Malaysia Airlines. O ministro da defesa do Continente garantiu que vão ser reinstalados dez dispositivos. O jornal também fala nas prioridades da justiça chinesa: “Corrupção e terrorismo na mira”.

 

Na edição publicada em Hong Kong do China Daily, a manchete é feita com “Pequim apela ao diálogo na Ucrânia”. Xi Jinping falou ontem ao telefone com Barack Obama. O presidente chinês quer “calma” e uma “solução pacífica” para a intervenção militar da Rússia.

 

O Standard destaca o desaparecimento do avião da Malaysia Airlines. “Esperanças frustradas”, lê-se no jornal, numa referência ao avistamento de alguns destroços. A suspeita de que pertenciam ao aparelho que fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim não se confirmou. No entanto, o Standard indica que um avião da Cathay reportou a existência de destroços junto ao Vietname.