Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

TDM: Consciência de Macau pede liberdade de imprensa
Segunda, 03/03/2014

O grupo Consciência de Macau entregou hoje uma carta ao presidente da Comissão Executiva da TDM, Manuel Pires. O grupo adianta que a empresa falhou, nos últimos três anos, na implementação das sugestões da comissão que analisou o desenvolvimento da TDM.

 

O grupo Consciência de Macau pede que sejam implementadas as medidas apresentadas pelo Grupo de Trabalho para o Desenvolvimento Estratégico da TDM, entre elas o grupo para garantir a liberdade de imprensa, autonomia editorial e transparência. Entre as reivindicações está ainda que a TDM siga os princípios da Unesco para o serviço público.

 

O grupo, do qual fazem parte Jason Chao e Billy Chao, pede ainda nesta carta mais esforços para garantir a liberdade de imprensa. Depois de terem sido reveladas três cartas anónimas de funcionários da TDM que acusam a emissora de atentados à liberdade de imprensa, o grupo Consciência de Macau pede que seja criada uma comissão para investigar estas acusações. Uma comissão que, entendem, deve ser formada por pessoas de fora da TDM.

 

De recordar que no primeiro dia em que iniciou funções na TDM, Manuel Pires prometeu “soluções concretas” para eventuais problemas na TDM, como a alegada falta de liberdade de imprensa.