Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Economia de Macau cresce 10,5 % entre Janeiro e Setembro
Sexta, 29/11/2013

Nos primeiros nove meses, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 10,5 por cento. O valor é igual ao crescimento registado no terceiro trimestre do ano, informam os Serviços de Estatística e Censos. Os dados são justificados pela subida da exportação de serviços, com acréscimos na exportação de serviços no âmbito do jogo (13,3 por cento) e na exportação de outros serviços turísticos (8,1 por cento). Por seu turno, o deflator implícito do PIB, que mede a inflação global, ascendeu 7,5 por cento em termos anuais.

 

A despesa de consumo privado ascendeu 5,3 por cento em termos anuais, devido por um lado ao número de empregados e ao rendimento do trabalho terem continuado a crescer, por outro lado, à taxa de desempego ter permanecido baixa.

 

A despesa de consumo final do Governo ampliou-se 3,4 por cento em relação ao mesmo trimestre de 2012.  

 

A formação bruta de capital fixo, que reflecte o investimento, manteve-se estável face ao mesmo trimestre de 2012. O investimento do sector privado, subiu 15,1 por cento, devido sobretudo à construção. O investimento efectuado pelo sector público desceu 51,4 por cento, graças ao decréscimo acentuado do investimento em construção (-57,8 por cento), que ocorreu com a conclusão do projecto da Universidade de Macau na Ilha da Montanha, no primeiro semestre deste ano.