Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 27/11/2013

Na imprensa de Macau um dos temas em destaque é o caso do adolescente que atacou a mãe, alegadamente viciada no jogo. Outro tema em foco é o encerramento das salas de jogo em zonas residenciais.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

No jornal Va Kio o destaque de hoje vai para o rapaz de 14 anos que atacou a mãe com uma faca de cozinha. O jornal conta que na base desta atitude do jovem o facto de a mãe ser uma jogadora e de nunca ter cuidado dele. Em foco ainda a Polícia Judiciária que desmantelou uma rede de burla. Quatro pessoas foram detidas e outras quatro fugiram. O grupo alegadamente jogava com fichas falsas em quatro casino. O caso envolveu um montante de 2,85 milhões de dólares de Hong Kong.

 

O jornal Ou Mun faz também referência ao caso do jovem que feriu a mãe. A Associação Geral das Mulheres quer que o Governo coopere com organizações sociais para intervir em casos como este. Na edição de hoje em foco ainda o encerramento de cinco salas de jogo em áreas residenciais.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

Na manhã informativa da Ou Mun Tin Toi o destaque vai para Lau Wai Meng, nomeado para o cargo de subdirector dos Serviços para os Assuntos Laborais, pelo período de um ano, a partir de 5 de Dezembro de 2013.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau conta que “Adesão a tratados internacionais reforça propriedade intelectual”. As convenções aumentam a protecção dos direitos de autor. Na imagem da primeira página do Jornal Tribuna de Macau de hoje a Casa Amarela, junto às Ruínas de S. Paulo. “‘Beneficência’ não entra na Casa Amarela” escreve o jornal que adianta que “Chan Chak Mo diz que tem que apresentar lucros” e “Casa de Portugal sem plano ‘B’ para o Lvsitanus”.

 

Em vésperas de começar mais um Encontro de Macaenses o Hoje Macau conversa com Roy Eric Xavier que afirma “comunidade está fragmentada”. Em manchete o jornal titula “Mais transparência”. É o que pede Bill Chou, académico da Universidade de Macau, que coloca interrogações acerca do papel do Gabinete de Estudo das Políticas da RAEM.

 

 “Quatro arrendamentos e uma compra” titula o Ponto Final. O jornal conversou com quatro pessoas que “partilham os dramas do arrendamento em Macau e uma família explica porque porque é que optou por comprar casa do outro lado da fronteira”. Na fotografia Franklin Willemyns, presidente da Associação empresarial França- Macau que entende que o mercado local é “bastante bom”. “Um toque francês” é o título.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily faz hoje manchete com as políticas do Governo de encerrar as salas de jogo em zonas residenciais. Depois de uma das salas da SJM ter encerrado portas, havia o relato de haver publicidade a autocarros para transportar jogadores para uma outra sala de outra operadora. O jornal conta ainda que uma Mocha Club tem intenções de mudar para outro local a escassos metros de onde estava instalada.

 

No Macau Post Daily lê-se que rapaz de 14 anos ataca mãe jogadora. O adolescente está agora a ser sujeito a uma avaliação psicológica. Segundo dados da PSP o rapaz não ia à escola há mais de um ano. Ainda as carências alimentares em Nova Iorque: um estudo revela que uma em cada cinco crianças não tem o suficiente para comer.

 

O Macau Daily Times puxa hoje para grande destaque um estudo que aponta problemas nos conhecimentos científicos, e uma grande crença em superstições. O estudo foi elaborado pelo Instituto de Ciências Espaciais da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau. No destaque fotográfico as manifestações na Tailândia.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

 “Proteger o espaço aéreo para ficar para sempre” escreve o South China Morning Post. Pequim tem vindo a planear uma zona de defesa aérea na zona oriental do Mar da China e isso será para sempre, de acordo com conselheiros do Governo Central. O diário conta ainda que Hong Kong enfrenta mais concorrência. A abertura da China a investidores estrangeiros vai pôr mais pressão na cidade, diz um deputado.

 

O China Daily dá hoje destaque a Li Keqiang que surge numa fotografia ao lado de líderes europeus em Bucareste, onde está de visita. O primeiro-ministro observa um modelo de um comboio de alta velocidade chinês. Em foco as intenções de Li Keqiang de reforçar relações com a Europa Central e Oriental.

 

No Standard, hoje com uma primeira página dedicada a publicidade, fala-se na segunda página dos heróis que são mais importantes para as crianças do que os pais. Os mais novos estão a ter mais em consideração estrelas como Andy Lau do que a própria mãe ou o pai.