Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Turismo: Nova lei na China pode ter impacto negativo na RAEM
Terça, 10/09/2013

As novas regras sobre excursões, na China, podem vir a ter um impacto negativo no número de visitantes que chegam a Macau através de viagens de grupo organizadas pelas agências. O aviso é deixado pelo presidente do Conselho da Indústria de Viagens de Macau, em declarações ao jornal Business Daily. Ao diário financeiro, Andy Wu Keng Kuong afirmou que “não será surpreendente” se o número de visitantes que chegam ao território mediante excursões vier a sofrer, em Outubro, uma quebra de cerca de dez por cento.

 

O Business Daily escreve que a nova legislação sobre turismo entra em vigor, na China, já no próximo mês e deve estar associada a um aumento das taxas de excursões, segundo fontes do sector. O objetivo das novas regras passa por regular algumas práticas polémicas, como a de obrigar turistas chineses a fazerem compras em Macau e Hong Kong, quando estes visitam os territórios ao abrigo das chamadas excursões a custo zero.

 

Ainda segundo o diário financeiro, os Serviços de Turismo da RAEM garantem estar a acompanhar de perto a evolução do fluxo de visitantes, para perceberem se de facto haverá uma redução significativa no número de turistas.