Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (sexta-feira)
Sexta, 26/07/2013

Os casos de polícia dominam os destaques da imprensa de Macau em língua chinesa, enquanto que a de língua portuguesa divide-se entre as regras da Comissão Eleitoral, as críticas ao Fórum Macau e ao Metro Ligeiro.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio destaca apreensões feitas pelos Serviços de Alfândega: cigarros ilegais, garras e dentes de tigre, tudo na bagagem de um turista.

 

Outro caso de polícia: um homem das Filipinas detido por suspeita de roubar dados de cartões de crédito.

 

No Ou Mun, hoje as primeiras duas páginas são dedicadas à publicidade, por isso só há notícias na página 3. Notícia principal: os Serviços Gerais de Alfândega da China vão permitir a entrada dos veículos de Macau na Ilha da Montanha o mais rapidamente possível.

 

Destaque dado ainda a um homem de 71 anos que se suicidou, depois de exames hospitalares terem revelado um cancro.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

Na Ou Mun Tin Toi, destaque esta manhã para a notícia de que o vice-presidente Li Yuanchao teve um encontro com o presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un, em Pyongyang.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Ponto Final escreve na manchete que “O carteiro não toca para eleições” – “A impressão e distribuição por correio dos programas eleitorais, suspensa em 2009, volta este ano a ser negada pela Comissão Eleitoral, com o argumento da preocupação ambiental.”

 

No outro grande destaque do Ponto Final, “Morre um parágrafo... Nascem as subconcessões” – “A subtracção de um parágrafo ao contrato de exploração de jogo da Galaxy, em 2002, abriu a porta para que a subconcessão da Venetian fosse completamente autónoma da concessão à qual esteve associada. Uma alteração ‘feita à medida’, acusa Jason Chao.”

 

O Hoje Macau aponta o maior foco da edição desta sexta-feira ao secretário para os Transportes e Obras Públicas – “Descalço no Parque”, escreve o jornal na manchete – “Metro Ligeiro: Lau Si Io justifica atrasos”.

 

Destaque dado, ainda, ao “Caso Park’n’Shop – Fong Chi Keong diz que é ‘um servo do povo’”, e referência, também, a uma “Carta – Wan Kuok Koi escreve ao Hoje Macau” – ex-líder da seita 14 Quilates afirma nunca ter dito que deu dinheiro aos portugueses.

 

“Países africanos ‘frustrados’ com resultados do Fórum Macau”, lê-se no título principal do Jornal Tribuna de Macau, que destaca assim declarações do novo embaixador do Brasil em Pequim.

 

No outro tema em grande proeminência nesta primeira página, o JTM aborda os “Sobreviventes da maré de rendas altas”. Outro título em destaque: “Novo Macau quer manter envio do programa eleitoral por correio”.

 

Porque hoje é sexta-feira, temos em mãos o semanário católico O Clarim, que tem a primeira página dominada pela Jornada Mundial da Juventude, que decorre no rio de Janeiro – “Missa de abertura presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro”.

 

Destaque, ainda, para uma entrevista com um pároco em Banguecoque, que acredita na recuperação do número de católicos na Tailândia.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

“TDM acusada de não cumprir rigorosamente o contrato de concessão”, lê-se na manchete do Macau Daily Times. Jorge Menezes, advogado que representa a TV Cabo, defende que a TDM está obrigada a fornecer o sinal de TV a Macau, um serviço que o causídico diz não ser completamente assegurado.

 

No outro destaque, o Daily Times informa que “Lucros da Sands mais do que triplicam”.

 

O Business Daily escreve hoje na manchete que para as Pequenas e Médias Empresas o “boom” do jogo é simultaneamente bom e mau, de acordo com um estudo.

 

Grande destaque ainda para a notícia de que, ao fim de dois anos de interrupção, o fornecimento de gás natural está activo em Macau.

 

A primeira página do Macau Post Daily Independent é dominada pela apreensão de 78 dentes e 69 patas de tigre. De acordo com os Serviços de Alfândega, o material apreendido estava disfarçado em embalagens de doces de ovos.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

A acusação de Bo Xilai é o tema em maior destaque no South China Morning Post. O ex-líder do Partido Comunista de Chongqing é formalmente acusado de corrupção e abuso de poder.

 

Na primeira página, o jornal dá ainda grande destaque ao acidente ferroviário de Santiago de Compostela, com a publicação das imagens de uma câmara de vigilância, que captam o momento do trágico acidente em que 80 pessoas perderam a vida.

 

No jornal The Standard, a notícia principal dá conta de declarações que causaram polémica em Hong Kong. Um empresário afirma que quem tem 40 anos e não é ainda proprietário de uma casa ou de terrenos é “inútil”. Os membros do Conselho Legislativo não gostaram.

 

A primeira página do China Daily, o jornal oficial chinês, é hoje preenchida por publicidade a uma marca francesa de produtos de luxo. Para encontrar notícias, é preciso ir até à página número dois, onde se lê que “Novas indústrias lideram crescimento do emprego”.