Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Jogo: Jason Chao quer contratos públicos e Ho investigado
Terça, 23/07/2013

Jason Chao quer que o Governo divulge o conteúdo dos contratos de concessão das operadoras do jogo e a responsabilização penal de Francis Tam e do anterior Chefe do Executivo, Edmund Ho. Isto porque o candidato dos Liberais da Nova Macau divulgou, em conferência de imprensa, uma carta do Banco Nova Soctia ao secretário da Economia em que, pede a missiva, explique a natureza do contrato de jogo da Venetian.

 

Na resposta, o Governo terá garantido que se trata de um contrato de concessão e não de uma sub-concessão. Diz Jason Chao que se trata de uma ilegalidade e que a carta mostra isso mesmo. “O banco pediu ao Governo para verificar a natureza da concessão de jogo, e na resposta o Executivo garantiu que a Venetian dispõe de uma concessão autónoma e independente da Galaxy”, nota. “Então, o que vemos é que, na realidade, não temos três, mas seis concessões autonómas e independentes. De facto, as seis operadoras dispõem de concessões”.

 

Daí a exigência da publicação dos contratos das concessoes porque, afirma, se é como diz o Governo na carta ao Banco Nova Soctia, “a ilegalidade é geral, e os responsaveis devem ser julgados por abuso de poder”.