Em destaque

20 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2173 patacas e 1.1350 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (segunda-feira)
Segunda, 22/07/2013

Um assalto, incêndios e o envelhecimento da população estão hoje em destaque na imprensa de Macau em língua chinesa, enquanto que a de língua portuguesa volta atenções para os números da ajuda às PME, à revisão do Código de Processo Penal e ao diferendo entre moradores e o supermercado Park’n’Shop.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

No Va Kio, o maior destaque vai para um assalto a uma joalharia na Estrada da Areia Preta – homem descrito como “estrangeiro roubou jóias de ouro avaliadas em 130 mil patacas”.

 

Mais casos de polícia: referência para dois incêndios que deflagraram este domingo, um na Calçada da Vitória, outro na Rua do Pagode, e também a notícia de um acidente rodoviário, entre um automóvel e uma mota, na Rua dos Pescadores.

 

No Ou Mun, o maior foco é dado a “um pequeno incêndio num apartamento situado na Calçada da Vitória”, que resultou no ferimento de uma empregada doméstica da Indonésia.

 

Outra notícia em destaque: as despesas do Fundo de Segurança Social atingiram 1,4 mil milhões de patacas no ano passado. “Há cada vez mais pessoas que antecipam o pedido da pensão de idosos”, o que leva o jornal a concluir que “a sociedade começou a enfrentar o problema de envelhecimento da população.” No ano passado, 40 mil pessoas levantaram a verba da conta de Previdência, o que envolveu um montante de 330 milhões de patacas. Sobre este tema, o deputado Lam Heong Sang critica o estabelecimento do regime de Previdência, que está muito lento, com as autoridades a não demonstrarem determinação suficiente, no entender do deputado.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

Na Ou Mun Tin Toi, a notícia que tem estado em destaque ao longo desta manhã diz respeito a um acidente, hoje, na Avenida da Amizade – um homem e uma mulher ficaram feridos.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Ponto Final destaca o título “Processo Penal revisto e acabado” – “A versão final da proposta de lei de revisão do Código de Processo Penal mantém todas as medidas de coação nas mãos dos magistrados judiciais e alarga os prazos processuais, permitindo ainda pedidos de prorrogação especial para efeitos de tradução ou de transcrição das gravações áudio e vídeo. A nova lei entra em vigor a 1 de Janeiro do próximo ano.”

 

No outro tema em grande foco, o jornal informa que há “Mais votos na prisão” – “Há 88 novos eleitores no Estabelecimento Prisional de Macau, depois de 350 terem votado em 2009, quando Chan Meng Kam venceu entre os reclusos, seguido de Kuan Vai Lam e de Paul Pun.”

 

No Jornal Tribuna de Macau, a manchete avança que “364 pequenas empresas garantiram apoio financeiro” – “Governo atribuiu mais de 183 milhões de patacas”.

 

No destaque fotográfico, o JTM escreve que “telemóveis e serviços geram mais queixas”.

 

Outros títulos: “Proprietários e Park’n’Shop não querem pagar obras”; “Mariza conquistou o público de Macau”.

 

“A nega de Fong”, lê-se nas parangonas do Hoje Macau. “Park’n’Shop – Obras arrancam. Não se sabe quem paga” – “O deputado Fong Chi Keong, que é proprietário do edifício, já garantiu que nem uma pataca sairá do seu bolso. O supermercado, apesar de ter causado os danos, também não se chega à frente”, sintetiza o jornal, que tem ainda em foco uma entrevista a Angela Leong. A deputada diz que “Não bastou ser mulher de Stanley Ho”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Macau Daily Times destaca na manchete que as “livrarias locais estão entre a decadência e o renascimento”.

 

A dividir as atenções, outro grande foco apontado ao Campus da Universidade de Macau na Ilha da Montanha, que foi “entregue a Macau” – notícia ilustrada com uma fotografia das novas instalações.

 

No Macau Post Daily Independent, a notícia que domina é a de um pedido: “Grupo exorta Governo a providenciar boletins de voto em Braille”, lê-se no título principal desta edição. Trata-se de um pedido que vem do número quatro da lista de Angela Leong, Hetzer Siu.

 

“Pedidos de empréstimo para comprar apartamentos em edifícios em construção atingem o nível máximo dos últimos dois anos”, informa o Business Daily no título principal. São dados da Autoridade Monetária relativos a Maio revelados na passada sexta-feira, que se explicam pela entrada em vigor, em Junho, de uma nova lei que regula a venda de apartamentos em edifícios cuja construção não está, ainda, concluída.

 

Outra notícia em foco: o administrador executivo da CTM, Vandy Poon, pede ao Governo consistência no sector das telecomunicações, e diz que não espera por “complicações” quando forem introduzidos os serviços de 4G em Macau.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

As eleições para o senado, no Japão, estão em destaque no South China Morning Post: “Abe cimenta o controlo em eleição crucial”, lê-se no título principal desta primeira página. A maioria das sondagens apontam para a vitória do Partido Liberal Democrata , do primeiro-ministro Shinzo Abe.

 

Em foco, ainda, a notícia de um britânico detido em Xangai. Trata-se de um investigador de fraudes com ligações ao caso da farmacêutica GSK que é investigada pela acusação de subornos na China.

 

No jornal The Standard é preciso virar a primeira página para vermos as primeiras notícias. Hoje, o maior destaque vai para o Open de Golfe de Hong Kong que está em risco devido aos planos de remodelação de Fan Ling, o complexo de campos onde o torneio é organizado.

 

As eleições no Japão estão, igualmente, em destaque no China Daily. O jornal oficial chinês informa que “vitória reforça controlo de Abe”.

 

Outra notícia destacada: “Famílias sentem a atracção da gravidade: estudo revela que, na China, mais pais estão a mudar-se para junto do oceano com os filhos”.