Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

ParknShop tem 2 meses para repor situação no Flower City
Sábado, 13/07/2013

A Direcção para as Obras Públicas (DSSOPT ) deu dois meses ao ParknShop para regularizar a situação no Edifício Flower City depois das queixas da administração de condóminos. Em causa estavam obras ilegais, saídas de incêndio tapadas e postes destruídos.

 

Em comunicado a DSSOPT diz que, depois de recebida a queixa, enviou uma equipa para acompanhar a situação. De acordo com o relatório de vistoria, existem indícios que mostram que as infiltrações,  de que se queixam os condóminos, se devem à falta de manutenção das torres de refrigeração e dos gigantescos aparelhos de ventilação localizados no compartimento técnico, assim como o local onde se encontra a arca de refrigeração não ter devido tratamento térmico.

 

As Obras Públicas já comunicaram ao arrendatário da loja comercial para a entrega dentro do prazo fixado do plano de manutenção, reparação e restauração dos pilares estruturais danificados conforme o exigido no relatório de vistoria. O arrendatário tem ainda de resolver a questão de uma goteira verificada no tecto da cave. As obras que devem estar concluídas em dois meses.

 

No mesmo comunicado a DSSOPT diz que, uma vez que o arrendatário não solicitou autorização para fazer das obras de remodelação, emitiu uma ordem de embargo da obra e instaurou um processo para acompanhamento da questão.