Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Melinda Chan: Governo faz pouco pelo português nas escolas
Quarta, 03/07/2013

O Governo não faz o suficiente para promover a língua portuguesa nas escolas. A crítica partiu de Melinda Chan, hoje, durante a apresentação da sua candidatura à Assembleia Legislativa.

A cabeça de lista “Aliança prá Mudança” espera eleger mais deputados, em Setembro, e lutar por melhores cuidados de saúde e de educação. Melinda também defende um ensino do português mais efectivo. “Temos de ter mais português na escola”, começou. “Não só nos jardins de infância mas, sobretudo, nas escolas secundárias. É preciso ver que existem duas línguas oficiais: o português e o chinês. Isto é muito importante. Por isso, acho que o Governo devia fazer mais para promover o português nas nossas escolas, no ensino primário e secundário”. 

Melinda Chan diz ainda que se vai bater por melhorias no sector da saúde. A candidata da Aliança prá Mudança criticou as competências do novo Conselho para os Assuntos Médicos. Devia ter poderes mais efectivos e não apenas consultivos, sublinhou. E o Governo devia investir mais na formação de médicos locais. “Devemos melhorar a qualidade dos nossos médicos. Na passada legislatura também dissemos que devia ser criado um Conselho de Assuntos Médicos. Ele foi criado mas”, reparou a candidata, “estou muito desiludida porque este Conselho não tem reais poderes. É apenas um conselho consultivo. Nos próximos quatro ano eu não vou desistir. Nós precisamos de ter melhores cuidados de saúde”.