Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Prémio Identidade atribuído ao Dóci Papiaçam di Macau
Quarta, 26/06/2013

Os Doci Papiaçam de Macau são vencedores do Prémio Identidade deste ano, atribuído pelo Instituto Internacional. O anúncio foi feito, hoje, durante a Conferência Internacional de Académicos da Ásia que continua no Venetian. Trata-se de um reconhecimento entregue aos Doci Papiaçam pelo trabalho continuado na defesa da identidade de Macau, afirmou o presidente do Instituto Internacional de Macau. “Não foi por unanimidade porque apareceram várias propostas”, começou por explicar Jorge Rangel. “É um prémio que foi criado para todos os anos reconhecer uma personalidade, ou uma instituição, que tenha trabalhado de forma continuada para reforçar a identidade de Macau”. Ao lado de Rangel, Miguel Senna Fernandes, o director do grupo, já sabia desta distinção que considera ser um incentivo da comunidade ao grupo. “Só nos dá mais alento para continuar a fazer as coisas, cada vez melhor. Acho importante que a comunidade reconheça o objectivo do grupo que é fundamental para, pelo menos, levar o patuá ao palco. Tem sido uma tarefa árdua”, reconhece o advogado, mas “agora é o público através do Instituto Internacional que reconhece este trabalho que temos feito todos estes anos”. Em edições anteriores, o Prémio Identidade já distinguiu o Clube Lusitano de Hong Kong, a arquidiocese ou Henrique Senna Fernandes, entre outras figuras. A cerimónia de atribuição do prémio Identidade 2013 vai acontecer durante o Encontro de Macaenses deste ano que, soube-se hoje, decorre entre 30 de Novembro e sete de Dezembro.