Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Macau continua a ser destino de vítimas de tráfico humano
Quinta, 20/06/2013

Macau continua a ser um destino de eleição para o tráfico de mulheres e também, mas em em menor escala, um território fonte de pessoas, mulheres e crianças, sujeitas ao tráfico sexual e trabalho forçado. É o que se lê no “Relatório sobre Tráfico de Pessoas em 2012”, do Departamento do Estado norte-americano, que analisa 188 países e regiões.

 

Na parte dedicada a Macau, o documento destaca como vítimas mulheres e jovens provenientes da China, Mongólia, Sudeste Asiático e também da Rússia.

 

Apesar de Macau ser apresentado como território de destino para vítimas do tráfico humano, o relatório destaca melhorias: no ano passado houve 15 investigações a crimes relacionado com o tráfico sexual, ou seja, mais duas em comparação com 2011. Num dos casos, nove pessoas foram condenadas a penas de prisão que variaram entre os 4 e os 13 anos.

 

O documento refere, ainda, que as autoridades de Macau demonstraram esforços para proteger as 25 vítimas de prostituição forçada identificadas ao longo do ano passado.