Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 19/06/2013

É tema comum a todos os jornais que se publicam em Macau: o Tribunal de Última Instância (TUI) ilibou Florinda Chan das acusações que lhe eram feitas no processo relacionado com o caso das campas.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio dá grande destaque à apreensão de cigarros feita pelas autoridades de Macau e de Zhuhai, que descobriram um grupo que se dedicava ao contrabando de tabaco. Cinco pessoas foram detidas. O jornal diz ainda que a cooperação entre Guangdong e Macau acerca da propriedade intelectual entrou “num novo patamar”. O jornal tem ainda espaço na capa para um caso de polícia: a Polícia Judiciária deteve um homem da China Continental que se suspeita ter sido o autor de oito assaltos a apartamentos no NAPE.

 

No Ou Mun, a manchete faz-se com a decisão do Tribunal de Última Instância acerca do processo de Florinda Chan, que sai ilibada das acusações que lhe eram feitas. O jornal explica que não há lugar a recurso do despacho ontem emitido.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar conta de um acidente que aconteceu em Xinjiang: um autocarro que transportava turistas caiu numa ravina. Há 15 mortos confirmados e 21 feridos. Na actualidade local, a emissora faz referência ao aumento do número de crimes informáticos nos primeiros cinco meses deste ano. Subiram 55 por cento em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

Os empréstimos para jovens empresários são hoje o tema principal do Business Daily, que escreve que as candidaturas vão abrir em breve. O jornal económico conta ainda que a estação de tratamento de águas residuais da Areia Preta esteve “abaixo dos padrões” durante seis anos, entre 2004 e 2011, e faz referência ao encontro entre académicos asiáticos que se realiza na próxima semana em Macau.

 

No Macau Post Daily, é Florinda Chan e a decisão do TUI – que ilibou a secretária para a Administração e Justiça de todos os crimes que lhe eram imputados – o assunto que ocupa grande parte da capa desta quarta-feira. No rodapé, um assunto de carácter religioso: “Segundo milagre atribuído a João Paulo II”.

 

Também o Macau Daily Times faz manchete com o despacho emitido ontem de manhã por uma juíza da Última Instância, ao escrever que o tribunal “limpa” Florinda Chan do “escândalo do cemitério”. Na chamada com imagem, uma fotografia da poluição em Singapura, que ontem registou os níveis mais elevados dos últimos 16 anos.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Também TUI?”, escreve o Hoje Macau em manchete, dando conta de que, “segundo Paulina Alves dos Santos, o Tribunal de Última Instância aceitou novo recurso depois de ter ilibado todas as acusações a Florinda Chan relacionadas com o caso das campas”. Ainda na primeira página do diário, dois destaques: “DSRT pede mais tempo para avaliar” o caso da TV Cabo e “DSSOPT quer mostrar projectos na Internet”.

 

A decisão do TUI também faz manchete no Jornal Tribuna de Macau: “Florinda Chan ilibada na Última Instância”. No destaque com imagem, uma sala de jogo, para o título: “Casos de viciados no jogo subiram 50 por cento”. Noutra chamada de primeira página, lê-se que “UnitYgate regressa para unir culturas”.

 

“Não há provas contra Florinda Chan”, escreve o Ponto Final, que faz acompanhar o título por uma fotografia da secretária para a Administração e Justiça junto a uma campa no Cemitério São Miguel Arcanjo. As gordas fazem-se de outro tema – “Viva Samoa”. O matutino explica que “a MKW, que financiou o projecto Viva Macau, surge ligada, no mundo das offshore, a uma holding da Samoa”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post conta hoje que  “os advogados do caso Dotcom receiam espionagem” – depois das revelações feitas por Edward Snowden, o escritório de advogados com sede em Hong Kong que representa Kim Dotcom diz temer que as autoridades norte-americanas tenham interceptado comunicações confidenciais. Outro tema forte da primeira página: o ensino do mandarim nas escolas inglesas da região vizinha, que está a ser incentivado.

 

O Standard puxa para a capa um apelo feito via Facebook para o boicote a um concerto de música pop que está programado para o próximo dia 1 de Julho, data em que se realiza sempre uma grande manifestação em Hong Kong.

 

No China Daily, escreve-se hoje que “pacto entre os gigantes do Sudeste Asiático vai trazer mais benefícios económicos”. A ideia é defendida pelo Secretariado da Cooperação Trilateral, que propõe que as negociações para uma zona de comércio livre entre China, Japão e Coreia do Sul sejam aceleradas.